dcsimg

Bolsas de Estudo

  • author

A bolsa de estudo é uma mão na roda para quem não pode pagar a mensalidade da escola, colégio ou faculdade. Existem diversos programas de descontos, bolsas parciais e bolsas integrais para estudantes em todo o Brasil, patrocinados pelo Governo, por fundações e até mesmo pelas próprias instituições de ensino.

Conheça os principais tipos de bolsa de estudos e o que você precisa fazer para conseguir a sua!

Bolsa de estudo em escola particular

Muitas escolas particulares têm seus próprios programas de bolsas de estudo. Algumas oferecem descontos para familiares de alunos e de funcionários, outras concedem bolsas integrais para estudantes de baixa renda. 

Se você sonha em estudar naquela escola top de linha, mas sua família não tem condições de bancar a mensalidade, vale conferir se a instituição oferece algum tipo de desconto ou bolsa e quais são os critérios de participação. Independentemente dos requisitos, ter um bom histórico escolar aumenta muito as chances de conseguir uma bolsa. Normalmente, as escolas e colégios têm uma quantidade limitada de vagas para bolsistas, e o processo seletivo acontece uma vez por ano.

Existem também programas de inclusão educacional, como o Educa Mais Brasil, que oferece bolsas de estudo de até 70% em escolas privadas. Para participar, o candidato deve preencher um formulário de inscrição no site do programa: educamaisbrasil.com.br.

Bolsa de estudo em cursinho pré-vestibular

Cursinhos pré-vestibulares também costumam ter programas de bolsas de estudo e descontos. Cada cursinho tem seus próprios critérios para selecionar os candidatos. Assim como acontece com as escolas particulares, quem apresenta um histórico de boas notas tem mais chances de conseguir bolsa integral ou parcial no cursinho. A nota do Enem também pode contar pontos nessa hora.

Pesquise os sites dos cursinhos na internet e, se puder, visite o local para se informar sobre como conseguir uma bolsa. E fique atento aos prazos! Quanto mais cedo você se inscrever melhor, pois normalmente existe um limite para a quantidade de alunos beneficiados.

Bolsa de estudo em faculdade particular

Estudar em uma faculdade particular sem precisar se preocupar com a mensalidade pode ser mais fácil do que você imagina. O Programa Universidade para Todos (Prouni) é uma iniciativa do Governo Federal para ampliar o acesso ao ensino superior e oferece bolsas parciais (50%) e totais (100%) para estudantes brasileiros que ainda não têm diploma de graduação. Desde a sua criação, o Prouni já beneficiou mais de um milhão de alunos. 

Para participar do Prouni é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior, com média de pelo menos 450 pontos nas quatro provas e nota maior que zero na redação.

As bolsas integrais são reservadas aos candidatos com renda familiar bruta de até um salário mínimo e meio por pessoa e as parciais são para estudantes com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Quem quiser participar do Prouni deve também cumprir pelo menos um dos critérios a seguir:

·         ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública, ou em escola da rede privada como bolsista integral;

·         ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da escola privada;

·         ser pessoa com deficiência;

·         ser professor efetivo da rede pública de ensino, concorrendo a bolsas em cursos de licenciatura (nesses casos não há requisitos de renda).

A seleção para bolsistas do Prouni acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e as inscrições devem ser feitas no site do programa: prouni.mec.gov.br. O processo é totalmente informatizado e usa o desempenho do Enem para classificar os candidatos.

Outra opção para estudar em faculdade privada sem precisar pagar a mensalidade (ou pagar um valor menor) é consultar a própria instituição para ver se a universidade tem algum programa de bolsa de estudos, convênios ou descontos.

 

Bolsa de estudo no exterior

Alunos de graduação e pós-graduação têm algumas opções para tentar uma bolsa de estudo fora do Brasil. Existem programas do governo, convênios bilaterais entre universidades e fundações de apoio à mobilidade acadêmica.

Um dos programas de bolsa de estudo no exterior mais conhecidos é o Ciência sem Fronteiras, uma iniciativa do Governo Federal que oferece oportunidades de intercâmbio acadêmico para universitários, mestrandos e doutorandos. O Ciência sem Fronteiras prioriza a tecnologia e a inovação, contemplando as seguintes áreas do conhecimento:

·         Engenharias e demais áreas tecnológicas

·         Ciências Exatas e da Terra

·         Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde

·         Computação e Tecnologias da Informação

·         Tecnologia Aeroespacial

·         Fármacos

·         Produção Agrícola Sustentável

·         Petróleo, Gás e Carvão Mineral

·         Energias Renováveis

·         Tecnologia Mineral

·         Biotecnologia

·         Nanotecnologia e Novos Materiais

·         Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais

·         Biodiversidade e Bioprospecção

·         Ciências do Mar

·         Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação)

·         Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva

·         Formação de Tecnólogos

Para saber mais detalhes sobre o programa, acesse o site: cienciasemfronteiras.gov.br.

 

A Fundação Estudar (bolsas.estudar.org.br) é outra opção para quem pretende conseguir bolsa de estudo de graduação no exterior. Para ser selecionado, é preciso já estar matriculado ou em processo de aceitação no ensino superior e ter um bom histórico de notas.

Existem também inúmeros convênios internacionais entre universidades brasileiras e estrangeiras. Dependendo da área do conhecimento e do país de destino, essas bolsas podem ter duração de alguns meses ou cobrir todo o período da graduação. Comece consultando a coordenadoria do seu curso para saber se a faculdade tem esse tipo de convênio. Procure também universidades estrangeiras de referência na área em que você pretende estudar, pois algumas delas têm programas de bolsa de estudo para brasileiros. E lembre-se: saber o idioma do país de destino e ter um bom desempenho acadêmico aumentam suas chances de conseguir uma vaga.  


Comentários



Veja mais artigos de Artigos

<< Outros artigos de artigos

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: