dcsimg

Cursos profissionalizantes garantem alta empregabilidade; saiba mais

  • author

Os cursos profissionalizantes, prioritariamente, ensinam uma profissão, preparando o aluno para o mercado de trabalho ou para abrir seu próprio negócio. Esse tipo de formação é ideal para quem precisa trabalhar, mas não pode ou não quer esperar até concluir o ensino superior para conseguir um emprego.

Precisa ter ensino médio para entrar em cursos profissionalizantes?

Não. As opções de capacitação profissional são muitas, com cursos que exigem apenas ensino fundamental incompleto (até o 5o ano) ensino fundamental completo, ensino médio incompleto e ensino médio completo. Normalmente, as escolas pedem que o candidato tenha pelo menos 16 anos para cursar o ensino profissionalizante (alguns cursos exigem idade mínima de 18 anos).

Quanto tempo dura um curso profissionalizante?

Os cursos profissionalizantes são de curta duração. Existem cursos de capacitação profissional que duram desde poucas horas até alguns meses.

Quais os tipos de cursos profissionalizantes?

Os cursos profissionalizantes podem ser classificados em dois grupos:

-          Formação Inicial: ensinam uma profissão, com atividades práticas e os conceitos básicos necessários para entrar no mercado de trabalho.

-          Aperfeiçoamento: voltada para pessoas que já exercem aquela profissão; incluem atualização, especialização e capacitação para aprimorar ainda mais os conhecimentos e conseguir um salário ou cargo melhor.

Os cursos profissionalizantes respondem a uma necessidade do mercado. Ou seja, estão ligados às áreas mais procuradas pelas empresas. Existem cursos profissionalizantes para todos os setores da economia: indústria, comércio e serviços. Eles capacitam o profissional para trabalhar em hotéis, restaurantes, fábricas de todo tipo (indústria química, automobilística, moveleira, alimentícia etc.), salões de beleza, lojas de varejo e atacado, escritórios e empresas de diversos tipos.

Veja alguns exemplos de curso profissionalizante:

-          Agente de Turismo

-          Ajudante de Cozinha

-          Ajudante de Laboratório Químico

-          Almoxarife e Estoquista

-          Assistente Administrativo

-          Assistente Contábil

-          Assistente de Cabeleireiro

-          Assistente de Logística

-          Assistente de Recursos Humanos

-          Assistente de Segurança do Trabalho

-          Atendimento e Recepção em Hotelaria

-          Auxiliar Administrativo

-          Auxiliar de Cozinha

-          Auxiliar de Escritório

-          Azulejista

-          Bijuterias

-          Borracheiro

-          Camareira

-          Capacitação de Motorista de Táxi

-          Carpinteiro

-          Confeitaria

-          Corte e Costura

-          Cozinheiro

-          Eletricista

-          Encanador

-          Garçom

-          Informática

-          Manicure e Pedicure

-          Maquiagem

-          Marcenaria

-          Mecânica

-          Montador de Móveis

-          Operador de Empilhadeira

-          Organizador de Eventos

-          Pedreiro

-          Vitrinista

-          Zelador

Existe curso profissionalizante a distância?

Sim. É possível encontrar cursos profissionalizantes no formato EAD, no qual o aluno pode estudar de casa, com horários flexíveis. Alguns cursos mais práticos podem ser oferecidos em formato misto, com a parte teórica a distância e as aulas práticas em formato tradicional.

Os cursos EAD profissionalizantes são considerados cursos livres e não precisam da autorização do Ministério da Educação (MEC) para funcionar. Antes de fazer a matrícula em um curso profissionalizante EAD, procure saber como será o conteúdo e se a instituição é reconhecida no mercado de trabalho.

Quanto custa um curso profissionalizante?

Há cursos profissionalizantes para todos os bolsos, com mensalidades entre R$ 70,00 e R$ 350,00, aproximadamente. O valor da mensalidade vai depender da complexidade do curso, da infraestrutura necessária para as aulas, da região do País e do tipo de instituição.

Existe curso profissionalizante gratuito?

Sim, várias instituições e programas do governo oferecem cursos grátis de capacitação profissional. O mais conhecido deles é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec, uma iniciativa do Governo Federal que oferece vagas gratuitas em todo o País.

Alguns estados e municípios também têm seus próprios programas de capacitação profissional gratuita. No Estado de São Paulo, por exemplo, o programa Via Rápida Emprego tem mais de 150 cursos profissionalizantes gratuitos com duração de até três meses e ainda oferece ajuda de custo para transporte e alimentação para quem está desempregado.

 

Onde encontrar cursos profissionalizantes grátis?

Você pode encontrar cursos de qualificação profissional no site do Pronatec (pronatec.mec.gov.br) e também em instituições do chamado Sistema S, como o Senai, Senac e Senat, entre outros.

Para descobrir quais os cursos do Pronatec disponíveis em sua cidade:

1) Acesse http://pronatec.mec.gov.br/inscricao/

2) No campo de busca, selecione a opção adequada nos campos: “Estado”, “Município” e “Sua Escolaridade”.

3) Clique em “Pesquisar”

4) Se houver cursos do Pronatec disponíveis em sua cidade, aparecerá uma lista com o nome do curso, o número de vagas, as datas de início e término e uma opção de clicar para fazer a inscrição. Clicando no nome do curso, você pode ver mais detalhes sobre ele.

Caso sua cidade não tenha cursos do Pronatec, você pode repetir a busca, selecionando um município vizinho.

Vantagens dos cursos profissionalizantes

-          Os cursos profissionalizantes são de curta duração, permitindo uma entrada rápida no mercado de trabalho.

-          Alta empregabilidade, pois a oferta de cursos leva em consideração as necessidades do mercado.

-          Mesmo quem não tem o ensino fundamental completo pode se matricular em cursos profissionalizantes, pois há opções para quem estudou somente até a 4a série (5o ano).

-          Possibilidade de continuar os estudos, fazendo cursos de aperfeiçoamento e especialização profissional, ou mesmo cursos técnicos.

-          Possibilidade de conseguir um salário melhor, pois há uma falta de bons profissionais qualificados no mercado e algumas atividades oferecem salários mais altos do que profissões de nível superior. 


Comentários



Veja mais artigos de Artigos

  • Lei do Estágio

    Saiba o que diz a legislação referente aos estágios.

  • O que é o SISU?

    Conheça a importância de um bom desempenho no Enem para entrar em uma universidade pública sem fazer o vestibular, usando o Sisu.

  • O que é Pronatec?

    Saiba o que é o Pronatec, programa do Governo Federal para cursos técnicos, focado em alunos do ensino médio.

<< Outros artigos de artigos

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: