dcsimg

Medicina Veterinária

Publicado: 06/02/2009

É a ciênc

ia que se dedica à prevenção e tratamento das doenças dos diferentes animais. O Veterinário é o médico responsável tanto pelo acompanhamento da saúde dos animais de companhia (cães e gatos), de produção (aves, bovinos, equinos, caprinos, ovinos, suínos) e selvagens (de cativeiro ou de vida livre). É o responsável pelo controle de qualidade da produção dos produtos e subprodutos de origem animal (carne, leite, ovos e pescados). Atua no acompanhamento de toda a cadeia produtiva, desde o controle de sanidade animal, da qualidade e higiene da produção, da conservação até a comercialização dos produtos e subprodutos de origem animal.

Realiza pesquisas nas áreas de controle da sanidade, no diagnóstico e tratamento das diferentes doenças que acometem os animais e nas diversas áreas envolvendo a biotecnologia. Também planeja, fiscaliza e coordena programas de defesa sanitária, de proteção e desenvolvimento da pecuária e no controle e erradicação das zoonoses – doenças transmissíveis do animal para o homem.

O médico veterinário também pode trabalhar com meio ambiente, desenvolvendo pesquisas com animais selvagens no campo ou em zoológicos e no controle sanitário. A perícia técnica em animais que participam de competições esportivas é a atividade mais recente.

É bom salientar que apesar do mercado ser amplo é bem competitivo, em decorrência do crescente número de formandos. Por isso espera-se que esse profissional seja cada vez mais criativo, tenha espírito inovador, empreendedor, crítico e vontade de se aprimorar constantemente.

O curso

Duração: cinco anos.
Nos dois primeiros anos, o aluno tem aulas de anatomia, microbiologia, genética, nutrição e produção animal, além de matemática e estatística. Em seguida começa a estudar doenças e técnicas clínicas e cirúrgicas. As atividades práticas, realizadas em laboratório, têm ganhado espaço na grade curricular da maioria dos cursos. Assim, durante o curso, são desenvolvidas atividades em laboratórios, fazendas, empresas ligadas ao processo produtivo de alimentos de origem animal e hospitais veterinários. No último ano é obrigatório o estágio.

Currículo básico: Morfologia dos Animais Domésticos, Nutrição, Produção Animal, Bioquímica, Biofísica, Farmacologia, Fisiologia dos Animais Domésticos, Genética Animal, Microbiologia, Parasitologia, Matemática e Estatística.

Aptidões desejáveis: O Médico Veterinário deve fundamentalmente gostar de animais, ter interesse por atividades científicas e aptidão para lidar com o público.

Especializações:
Acupuntura Veterinária
Anestesiologia Veterinária
Bem-Estar e Comportamento Animal
Clínica e Técnica Cirúrgica
Clínica Médica de Grandes Animais (ruminantes, eqüídeos, suínos)
Clínica Médica de Pequenos Animais (cardiologia, dermatologia, odontologia, oftalmologia, ortopedia e traumatologia)
Ecologia e Gestão Ambiental
Economia Rural e Gestão do Agronegócio (organização de cadeias produtivas, comercialização e “marketing” da indústria animal)
Farmacologia e Terapêutica Veterinária
Fisiologia e Endocrinologia Veterinária
Genética e Melhoramento Animal
Homeopatia Veterinária
Inspeção Higiênica, Sanitária e Tecnológica de Produtos de Origem Animal (carnes e derivados, leite e derivados, pescado e derivados, ovos e derivados, mel e derivados, controle físico-químico e microbiológico de produtos de origem animal)
Medicina e Produção de Animais Aquáticos
Medicina e Produção de Animais de Laboratórios
Medicina e Produção de Animais Silvestres
Medicina Veterinária Legal
Medicina Veterinária Preventiva (saúde pública, epidemiologia, zoonoses e planejamento em saúde animal, doenças infeccioas e parasitárias, vigilância sanitária)
Microbiologia Veterinária (virologia, bacteriologia, micologia)
Morfologia Veterinária (anatomia, citologia, histologia e embriologia)
Nutrição Animal (ruminantes, não ruminantes e agrostologia)
Parasitologia Veterinária
Patologia Clínica Veterinária (anatomia patológica, histopatologia e ornitopatologia)
Patologia Veterinária
Produção Animal (Bovinocultura, Bubalinocultura, Caprinocultura, Ovinocultura, Equideocultura, Suinocultura)
Radiologia e Diagnóstico por Imagem Veterinária (Ultra-sonografia, Ressonância Magnética, Tomografia e Videolaparoscopia)
Reprodução Animal (Andrologia, Tecnologia do Sêmen e Inseminação Artificial, Ginecologia e Obstetrícia Veterinária, Produção “in vitro” de Embriões, Transferência de Embriões, Clonagem Animal, Transgênese Animal, Fisiologia e Manejo Reprodutivo)
Tecnologia de Produtos de Origem Animal (Carnes e Derivados, Leite e Derivados, Ovos e Derivados, Mel e Derivados)
Toxicologia Veterinária
(Fonte: Conselho Federal de Medicina Veterinária)


MERCADO DE TRABALHO

O Brasil é líder mundial de exportação de carne bovina, o que gera muitas vagas no setor pecuário, inclusive para recém-formados. Além do cuidado direto com os animais, o profissional atua nos laboratórios de reprodução assistida e na indústria de vacinas e exames contra doenças bovinas, como a febre aftosa. Por ser a região com o maior número de cabeças de gado, o Centro-Oeste é a que mais oferece esse tipo de oportunidade.

As exportações de alimentos de origem animal - como aves, suínos, bovinos - geram vagas em centros de controle e órgãos fiscalizadores, como o Ministério da Agricultura. Essas vagas, ofertadas em todo o país, são disputadas por meio de concurso público. Também têm crescido oportunidades nos sistemas de controle de qualidade das indústrias de produtos de origem animal, como frigoríficos, laticínios e entrepostos, e nos pontos de comércio.

Na clínica e na indústria de alimentos para animais domésticos (rações e insumos), as melhores chances estão nos grandes centros urbanos. Há vagas ainda em granjas, cooperativas e fazendas nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, pois a suinocultura e a avicultura estão em crescimento. Alguns estados, como São Paulo e Minas Gerais, possuem leis que obrigam todos os pet shops a ter um veterinário como técnico responsável. Com a importante presença do terceiro setor na área de proteção animal, os veterinários têm a opção de trabalhar com animais silvestres e defesa ambiental.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Órgãos Públicos Controla e fiscaliza a produção de alimentos de origem animal, controla e erradica zoonoses e o controla de sanidade animal
Clínica e cirurgia de animais de pequeno porte Presta atendimento clínico e cirúrgico a animais domésticos.
Indústria de produtos para animais Acompanha a produção e a comercialização de alimentos, rações, vitaminas, vacinas e medicamentos. Cuida do marketing dos produtos e presta assistência técnica ao cliente.
Indústria de produtos de origem animal Fiscaliza estabelecimentos que produzam, vendam ou exportem produtos de origem animal.
Manejo e conservação de espécies Estuda animais silvestres em cativeiro ou em seu hábitat, cuidando de sua reprodução e preservação. Implanta e administra projetos ecológicos e em reservas naturais.
Produção e sanidade animal Controla a saúde de rebanhos. Previne e controla doenças e infecções em propriedades rurais.
Tecnologia de produção animal Melhora a qualidade dos rebanhos em propriedades rurais e em viveiros. Desenvolve técnicas e métodos de aperfeiçoamento genético, alimentação e reprodução.

O salário médio inicial de um médico veterinário é de R$ 2.300,00.

Leia o que a Dra. Helena Kiyomi Hokamura, médica veterinária, fala sobre sua profissão:

"A escolha de uma profissão é um ato complexo, pois no momento em que temos de fazê-lo somos muitos jovens e repletos de dúvidas e incertezas. A responsabilidade de escolher uma profissão para nela construirmos uma carreira, é motivo para muitas aflições que devem ser partilhadas com quem nos cercam e em quem confiamos. Isso não significa que não possamos errar ou mesmo mudar de opinião e optarmos por outra que nos seja mais apropriada.

É sempre adequado pesquisar sobre a profissão escolhida, entrevistar profissionais que militam nas suas diversas habilitações e conhecer um pouco mais do cotidiano de suas profissões.

Quando pensamos na aptidão necessária para sermos médicos veterinários, freqüentemente acreditamos que, em primeiro plano, há de se amar incondicionalmente os animais, esquecendo que, acima de tudo, temos de ter a aptidão para lidarmos com o público. Para podermos cuidar de nossos pacientes é fundamental que saibamos orientar seus proprietários para que possam se tornar bons cuidadores. Essa característica de promover a orientação do público leigo permeia todas as áreas de atuação do médico veterinário, pois para promovermos a qualidade em saúde (animal ou humana) estaremos sempre atuando como educadores.

O primeiro curso de Medicina Veterinária no Brasil foi criado no Rio de Janeiro em 1913, a então Escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária, atual Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, sendo regulamentada como profissão somente em 09 de setembro de 1933 – Dia do Médico Veterinário. Atualmente no Brasil existem 159 cursos de Medicina Veterinária oferecidos por diferentes Instituições de Ensino Superior.

Ao cursarmos a Medicina Veterinária passamos a conhecer um pouco mais de seu campo de atuação que muitas pessoas desconhecem. Podemos dividi-las em quatro grandes áreas de atuação: Zootecnia e Produção Animal, Inspeção e Tecnologia de Produtos de Origem Animal, Clínica e Cirurgia Veterinária e Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Pública.

Quando atuamos na área de zootecnia e produção animal exercemos atividades de desenvolvimento dos sistemas de criação, manejo, nutrição, biotécnicas de reprodução, exploração econômica e ecologicamente sustentável onde está inserido o agronegócio.

Já na área de Inspeção e Tecnologia de Produtos de Origem Animal atuamos junto ao setor público ou privado executando as atividades de classificação, processamento, padronização, conservação e inspeção higiênica e sanitária dos produtos de origem animal e de seus derivados.

Na área de Clínica e Cirurgia exercemos as atividades inerentes ao cuidado à saúde animal, incluindo as atividades diagnósticas complementares (exames laboratoriais em suas diversas modalidades). Esta área de ação - saúde animal - é de competência exclusiva do médico veterinário, seja com relação ao animal de companhia, de produção ou selvagem, para as quais podemos nos especializar depois da graduação.

Por último, na área de Medicina Veterinária preventiva e Saúde Pública executamos atividades que envolvem o planejamento, controle e a erradicação das enfermidades infecto-contagiosas e parasitárias dos animais e das principais zoonoses (doenças transmissíveis do animal para o homem) e antropozoonoses (doenças que acometem o homem e são transmissíveis aos animais), saneamento ambiental, controle de vetores e produção e controle de produtos biológicos.

Durante os anos de graduação recebemos uma formação generalista que nos permite conhecer todas as áreas de atuação profissional. É importante lembrar que, durante os anos de faculdade, poucos são os alunos que já apresentam uma definição concreta de sua vocação. A maioria dos alunos apresentam dúvidas sobre qual área escolher. Para esses alunos recomendo que façam estágios voluntários nas diversas áreas em busca de uma identificação e de uma complementação da sua formação.

Assim como na medicina humana após o término da graduação podemos optar por uma das diversas especialidades médicas veterinárias como: oftalmologia, ortopedia, acupuntura, homeopatia, odontologia, fisioterapia, dermatologia, reprodução, epidemiologia e saúde pública, diagnóstico por imagem, tecnologia de produtos de origem animal (carne, leite, ovos, mel, pescado), vigilância sanitária, etc.. Com grande freqüência seguimos uma das diversas especialidades segundo nossa vocação pessoal. É bom salientar que o mercado de trabalho do médico veterinário vem exigindo profissionais mais bem qualificados, o que estimula a busca pela constante atualização profissional, seja através de cursos de especialização ou de pós-graduação acadêmico.

Finalizando, o médico veterinário é um importante agente transformador que tem por objetivo ofertar qualidade de vida, seja humana ou animal, em prol de uma sociedade mais saudável e ecologicamente equilibrada."

A Dra. Helena Kiyomi Hokamura é Médica Veterinária pela Universidade Estadual de Londrina, Mestre e Doutora em Medicina Veterinária pela Universidade de São Paulo e Professora de Radiologia Veterinária do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro.


Comentários



Veja mais artigos de Agrarias

  • Zootecnia

    A Zootecnia cuida do desenvolvimento e aplicação de tecnologias para a obtenção, industrializção e comercialização de produtos de origem an

  • Engenharia de horticultura

    São os conhecimentos usados no cultivo de plantas medicinais e ornamentais, na silvicultura e na produção de hortifrutigranjeiros. Esse pro

  • Engenharia agrícola

    O Engenheiro Agrícola tem um perfil parecido com o do agrônomo: ambos gostam da engenharia civil e da agronomia. O que os diferencia é que

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: