dcsimg

Ciência da Computação

Publicado: 09/02/2009

Criar programas de informática é a principal atribuição desse profissional. Para isso, ele analisa as necessidades dos usuários, gerencia equipes de criação e instala sistemas de computação. Esta ciência faz uso da Matemática e da Lógica para o desenvolvimento das aplicações de caráter científico ou tecnológico destes sistemas.

O trabalho desses profissionais está por toda parte: em casa, na escola, no trabalho, nos bancos, nos locais públicos, enfim, por todo lado. São eles os responsáveis por desenvolver e manter boa parte da tecnologia a que temos acesso, mas quase ninguém se dá conta disso.

Um bom exemplo de trabalho desenvolvido por um cientista da computação é a ferramenta de busca do Google. Um site de buscas está embasado em uma sólida formação teórica da computação. Olhe para a busca do Google. Você digita uma palavra e em centésimos de segundos a busca está concluída. Agora pense na arquitetura que está por trás disso, pense no conjunto de coisas que permite ao usuário digitar uma palavra e aparecer várias coisas relacionadas com uma velocidade muito grande. Isto é trabalho de um cientista da computação.

O profissional da Ciência da Computação deverá estar habilitado para analisar, definir e implantar sistemas de processamento de dados; desenvolver sistemas de programação, de redes e de segurança, além de programas de acesso a um grande volume de informações (bancos de dados).

Em indústrias e institutos de pesquisa, implanta bancos de dados e instala sistemas de segurança para as operações de compra e venda pela rede. Além do conhecimento em computação, o mercado precisa de profissionais na área de vendas, com desenvoltura para negócios.

Por conhecer a parte técnica, o cientista tem mais sucesso ao oferecer o produto de forma customizada ao cliente. Se um visitante chega a um local controlado, por exemplo, recebe um crachá com microtransmissores que são rastreados. Isso permite mapear sua locomoção. Elabora-se a solução completa, desde a tecnologia usada nos crachás até os sistemas de monitoramento em vídeo com câmeras para reconhecimento facial. Como as demandas de cada cliente são diferentes, nunca um trabalho é igual ao outro. O cientista da computação coleta os dados da empresa, levanta suas necessidades e, no escritório, desenvolve o produto. Os prazos geralmente são curtos e o trabalho exige viagens constantes.

O curso

Duração média: quatro anos.
Outros nomes: Computação e Informação, Informática de Gestão

Currículo básico: Cálculo Integral, Geometria, Álgebra Linear, Física, Introdução à Probabilidade e Estatística, Introdução à Ciência da Computação, Laboratório de Programação, Técnicas e Linguagens de Programação, Princípios de Enumeração, Análise Numérica, Programação Matemática, Estrutura de Dados, Sistemas Operacionais e Lógica Matemática. Fique preparado para se envolver também em atividades que buscam o aprimoramento da capacidade de expressão e do relacionamento humano. Entre as matérias optativas estão princípios de interação homem-computador e informação, comunicação e a sociedade do conhecimento. Para que o estudante possa gerenciar o próprio negócio, a maioria dos cursos inclui no currículo disciplinas de administração e empreendedorismo. Na conclusão do curso é exigida uma monografia.

Aptidões desejáveis: É preciso ter espírito investigativo e interesse em descobrir e trabalhar com o novo em um mercado em grande mutação. Fundamental ter habilidade numérica e lógica. O aluno precisa gostar de lógica matemática, além de ter grande facilidade em organizar o pensamento e entender o que o outro precisa. O curso exige que você tenha facilidade para raciocínios abstratos e fazer contas, pois ele é uma maratona de cálculos. Antes de escolher a carreira ciências da computação, o vestibulando precisa estar ciente de que o curso é muito mais do que ter afinidade com jogos, MP3 ou computadores. A formação básica é composta essencialmente por lógica e matemática pura. É preciso ter habilidade com ciências exatas. Se o candidato não souber entender uma regra de três, por exemplo, ele não vai conseguir levar o curso. Os dois primeiros anos do curso de ciência da computação possuem muitas disciplinas que envolvem matemática, cálculos, geometria, álgebra e lógica, o que muitas vezes pode assustar os alunos. Tem muitos alunos que se decepcionam com o curso porque acham que iam chegar na faculdade e fazer joguinhos. Geralmente, só depois do terceiro ano é que os futuros cientistas da computação terão contato com as disciplinas mais específicas do curso, que inclui formulação de projetos, linguagem de programação, engenharia de software, banco de dados, inteligência artificial, arquitetura de computadores, multimídia, computação gráfica, rede e sistemas etc.

Especializações:
Área Científica, Comercial e de Aplicação
Bancos de Dados
Redes de Computadores
Segurança de Redes
Análise de Sistemas.


MERCADO DE TRABALHO

A carência de profissionais da área de Tecnologia da Informação no país aumentou a demanda. Algumas estimativas apontam um déficit mundial de cerca de 300 mil profissionais, sendo 50 mil só no Brasil.

Graças à abrangência da formação, esse bacharel pode atuar em diversos segmentos do mercado. As maiores chances de colocação estão em empresas de auditoria, de telecomunicações e da área financeira, além de consultorias e empresas de informática, como Accenture e IBM, respectivamente. Nelas, o profissional trabalha principalmente com suporte, desenvolvimento de sistemas e implantação de novas tecnologias e softwares. Além disso, a expansão do uso de redes de computadores e de softwares nas áreas médica e educacional amplia o mercado de trabalho para o graduado.

As vagas se concentram em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis e Manaus, onde há pólos de produção de softwares. Na região Nordeste, especialmente nos estados de Pernambuco e Paraíba, a demanda é crescente. No setor público, em menor escala, há concursos para o especialista atuar na instalação e no gerenciamento de infra-estruturas de informática, que são essenciais para qualquer área do governo funcionar. Os recém-formados podem ainda montar suas próprias empresas, nas quaisdesenvolvem sistemas para companhias maiores A especialização em engenharia de software e banco de dados também garante boa colocação no mercado.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Banco de dados

Cria programas de computador que organizem, classifiquem, façam a indexação e permitam acesso à informação.
Desenvolvimento de softwares e aplicativos Elabora programas de computador, adaptando-os às necessidades do cliente.
Marketing e vendas Divulga e vende softwares. Analisa e planeja novos produtos que atendam às necessidades dos usuários.
Suporte Assessora usuários na compra de equipamentos e programas. Dá manutenção a sistemas e redes de computadores

Salário médio inicial: R$ 1.500,00 a R$ 2.000,00.


Comentários



Veja mais artigos de Exatas

  • Curso de Engenharia de Telecomunicações

    Conheça o curso Bacharelado em Engenharia de Telecomunicações. Onde estudar, mercado de trabalho, salário inicial e habilidades necessárias ao profiss

  • Curso de Engenharia Cartográfica

    Conheça o curso Bacharelado em Engenharia Cartográfica. Onde estudar, mercado de trabalho, salário inicial e habilidades necessárias ao profissional.

  • Astronomia

    O astrônomo estuda o universo, pesquisa e analisa a sua composição, confrontando teorias físicas com observações feitas por modernos telesc

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: