dcsimg

Caiu o ministério, de França Júnior


Em Caiu o ministério encontramos a sátira violenta à crise final do regime monárquico brasileiro, manifesta, por exemplo, na formação de dez governos parlamentares no curto período compreendido entre 1880 e 1889 ou, ainda, no controle do poder legislativo pelos grupos mais fortes da aristocracia imperial, incapazes, muitas vezes, de expressar os interesses da maioria da nação. A peça mostra de mostra desconcertante, às vezes ridícula e trágica, onde fotografa com primor e graça a realidade der uma sociedade em crise.

Na peça estão presentes os interesses pessoais, o nepotismo, o bacharelismo, a corrupção, a vigarice  dos projetos absurdos.

O tema central é, entretanto, é a instabilidade política, com interesses particulares se sobrepondo aos públicos; um retrato da ação política brasileira que parece ter sido traçado atualmente. Apesar do grande número de personagens, Caiu o Ministério é uma comédia, bem construída e absolutamente atual.

França Júnior nunca produziu senão trabalhos originais, consagrando-se como comediógrafo e observador original dos nossos costumes. Só por essa peça, França Júnior estaria inscrito, com destaque, na história do teatro brasileiro.

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: