dcsimg

Feira de versos, Poesia de cordel, de Patativa do Assaré, João Melquiades F. da Silva, Leandro Gomes de Barros


Feira de versos, poesia de cordel, coletânea que reúne três dos cordelistas mais populares do Brasil. A antologia traz poemas divertidíssimos de três gigantes do cordel: os paraibanos João Melquíades e Leandro Gomes de Barros e o cearense Patativa do Assaré.

Com temática variada, os versos dos três poetas misturam humor e crítica social, vida religiosa e sexualidade, epopéias e comentários sobre a dura realidade do Nordeste, oferecendo ao leitor uma imagem singular da vida e da alma do povo brasileiro. De forma jocosa e ao mesmo tempo pungente, os poetas exprimem sua visão de mundo.

Feira de versos inicia com dois poemas de Leandro Gomes de Barros, o primeiro poeta a publicar folhetos no Brasil, por volta de 1889, e que produziu mais de mil e quinhentos cordéis. Seus hilariantes "O cavalo que defecava dinheiro" e "Casamento e divórcio da lagartixa" certamente vão provocar boas gargalhadas no leitor.

Em seguida, a coletânea traz um dos poemas mais conhecidos da história do cordel, "O romance do pavão misterioso", escrito por um conterrâneo e contemporâneo de Leandro Barros, o poeta João Melquíades Ferreira da Silva, falecido em 1933.

Fechando a antologia com chave de ouro, há sete poemas de Patativa do Assaré, falecido em julho de 2002. Seu nome é quase sinônimo de cordel, tendo alguns de seus poemas sido interpretados por compositores, como Luiz Gonzaga.

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: