dcsimg

Impressionismo


O compositor e regente francês Pierre Boulez já sugeriu que "a música moderna começa com L'AprèsMidi d'un Faune, de Debussy". Essa foi a primeira obra importante do compositor, terminada em 1894, naquilo que se chamou de estilo impressionista - termo tomado do estilo de pintura de um grupo de artistas franceses conhecidos como os impressionistas. Em vez de fazerem suas pinturas parecerem "reais", esses artistas procuravam dar meramente uma impressão, como a que os olhos percebem de relance: a impressão de vagos e nebulosos contornos, e o jogo de luzes oscilantes e movimentos fugidios.

A intenção de Debussy, por essa época, era afastar-se do pesado estilo romântico alemão. Os meios que utilizou para conseguis isso foram comparados às técnicas da pintura impressionista. Do mesmo modo que os pintores lidavam com luzes e cores, Debussy trabalhava com harmonias e timbres instrumentais. Usava os sons por seu efeito expressivo, como "cores", e era mais confiante em seu instinto musical do que obediente às regras da harmonia, de modo que os acordes dissonantes (freqüentemente de nonas ou l3as) se fundem em outros, formando "cadeias de acordes" em movimentos paralelos. Isso dá a sua música o efeito de algo vago, fluídico, bruxuleante, que mais se acentua com o uso original que faz das escalas: as escalas modais, a pentatônica (mais facilmente encontrada tocando-se as notas pretas do piano) ou a de tons inteiros, construída a partir de seis notas a intervalos de um tom (nitidamente ouvida no início do segundo Prélude: Voiles, para piano - cuja tradução tanto pode ser "Velas" como "Véus").

Em suas peças orquestrais, Debussy explorava inusitadas combinações de timbres, ritmos fluídos, tessituras tremulantes, novos efeitos de luz e sombra: evitando um delineamento muito marcado - sugerindo mais que definindo. Suas melhores composições para orquestra no estilo impressionista incluem: L'AprèsMidi d'un Faune, Nocturnes, Images e La Mer.

De outros compositores impressionistas, podemos citar Noites nos Jardins de Espanha, de Falla, e Pinheiros de Roma, de Respighi.



>> Confira também em

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: