dcsimg

Coréia do Norte diz ter desativado reator nuclear



Planta nuclear de Yongbyon, vista por satélite.


Segundo o porta-voz do departamento, Sean McCormack, os Estados Unidos foram comunicados pela Coréia do Norte sobre o fechamento, mas ainda aguardam a confirmação da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), entidade ligada às Nações Unidas.

Uma equipe da AIEA está em Yongbyon supervisionando o fechamento do reator. O acordo para o fechamento havia sido feito em fevereiro, mas foi atrasado por meses.

Pelas regras do acordo, a Coréia do Norte recebeu neste sábado um carregamento de petróleo.

Um navio com 6,2 mil toneladas de óleo combustível chegou ao porto norte-coreano de Songbong às 9h20 (21h20 de sexta-feira pelo horário de Brasília), informou o ministério.

Pelo acordo, firmado em fevereiro entre a Coréia do Norte e um grupo de países formado por Estados Unidos, China, Coréia do Sul, Japão e Rússia, o governo de Pyongyang se comprometeu em desativar o reator nuclear de Yongbyon, o principal do país, em troca de ajuda internacional.

O navio enviado ao país neste sábado entregou a primeira parte de um total de 1 milhão de toneladas de combustível prometido ao governo norte-coreano.

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: