dcsimg

Entenda o que é a Rodada Doha

  • author Fernando Rebouças *

A Agenda Doha de Desenvolvimento, conhecida popularmente como Rodada de Doha, é uma negociação anual lançada em 2001, no Qatar, durante um evento da OMC (Organização Mundial do Comércio). Na ocasião, inicialmente, os 142 países presentes decidiram realizar a o encontro anual até 2005.

Hong Kong Convention Center, onde ocorreu a conferência de Dezembro de 2005. KingOfHiking (R) Power to Sichun people's photostream

Em 2003, a reunião foi sediada em Cancún, México; no ano de 2004, em Genebra, Suíça; e em 2005, em Paris, França e Hong Kong, China. A reunião visa eliminar ou diminuir barreiras alfandegárias e comerciais entre as transações comerciais no mundo. O principal lema da Rodada de Doha é o livre comércio para os países pobres e em desenvolvimento.

As negociações são orientadas pela divisão das nações em categoria econômica de mercado, selecionadas em grupo de países ricos, desenvolvidos e em desenvolvimento. O último grupo é representado pelo G20. Um dos principais objetivo gerais da rodada é a elaboração de acordo multilateral aceito por todos os países.

Caso esse acordo vigore, as economias mais avançadas do mundo teriam maior acesso de investimentos às economias emergentes com produção aquecida como Índia, China, Brasil, Rússia e África do Sul. Por outro lado, países em desenvolvimento enfrentariam menor grau de barreiras e de concorrência desleal perante os produtos industrializados de países mais avançados economicamente.

Segundo a OMC, até o ano de 2015, mais de 140 milhões de pessoas sairiam da linha de pobreza se os subsídios agrícolas fossem derrubados. O protecionismo econômico e o temor de perder a supremacia mercadológica em determinado setores prejudica as negociações, as reuniões se tornam mais num campo de batalha entre países ricos e pobres do que um encontro de estudos e de decisões favoráveis para ambos. Considerando somente os subsídios agrícolas governamentais, EUA e Europa concedem mais 300 bilhões ao ano para os seus produtores.

Apesar do aquecido crescimento econômico e de sua proximidade comercial com diversas nações em todo o mundo, segundo o representante comercial dos EUA, na ocasião da Rodada de Doha de 2011, seria muito remoto que o Brasil obtivesse alguma grande vitória contra os bloqueios de mercados globais aos seus produtos.

Seria necessário, para a reunião de 2011 e para as posteriores, que economias emergentes apresentassem coragem política para exigir e conquistar maiores aberturas. Em 2010, depois de nove reuniões, a Rodada de Doha de 2010 foi adiada para 2011.

Referências:

http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2007/06/21/entenda_o_que_e_a_rodada_de_doha_835245.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Rodada_Doha

http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/03/30/kirk-brasil-enfrentara-decisoes-dificeis-na-rodada-doha-924125989.asp

http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/doha/index.shtml

* * *


* Fernando Rebouças é formado em Propaganda e Marketing e Pós-graduando em Produção Editorial pela Universidade Estácio de Sá - Rio de Janeiro.

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: