dcsimg

Universidades privadas investem mais na capacitação de professores


As instituições privadas de ensino superior brasileiras dão sinais de que a busca pela qualidade começa pela preparação do seu corpo docente. A maioria delas investe ou incentiva seus professores a participar de algum tipo de capacitação. Essa é uma das conclusões da pesquisa Perfil das Instituições de Ensino Superior Particulares e sua Contribuição para o Desenvolvimento do Brasil, organizada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes) com dados colhidos em 2004 junto a 211 estabelecimentos de educação superior.

De acordo com a pesquisa, 85% das instituições promovem algum tipo de programa de incentivo e capacitação para seus docentes, o que inclui desde realização de semanas pedagógicas até auxílio financeiro para titulação e participação em congressos. O principal modelo de capacitação escolhido são as semanas pedagógicas, seguido pelo acompanhamento do trabalho docente e apoio didático-pedagógico.

Das instituições que participaram da pesquisa, as que despontam como maiores incentivadoras da capacitação, segundo modelo de organização, são as universidades e os centros universitários. Apenas com presença em congressos e eventos científicos, a participação de professores ligados a estabelecimentos destas duas categorias supera 81%.

A preocupação com a formação do corpo docente também está presente em pelo menos três em cada quatro universidades: o incentivo à titulação nessas instituições é de 78%. Já nas faculdades isoladas, esse índice é de 44%. A pesquisa também mostra que muitos professores foram beneficiados com mais de um tipo de capacitação. Considerando a divisão por regiões, as instituições do Norte, Nordeste e Centro-Oeste foram as que mais se mostraram dispostas a investir em seus professores.

Em 2004, ano-base da pesquisa, existiam 1.971 instituições de ensino superior no Brasil, sendo 1.762 particulares, o que faz com que a amostra colhida represente cerca de 14% do total. Com esse universo, diz a Abmes, é possível traçar um retrato das tendências da educação superior no Brasil, considerando o tamanho e a complexidade do questionário apresentado.

Além da capacitação de professores, a pesquisa indica também outros fatores considerados positivos na atua­ção das instituições privadas. Pelo menos 91% das instituições declararam que oferecem algum tipo de bolsa de auxílio ou desconto aos alunos. A totalidade das universidades e das faculdades integradas pesquisadas afirma que concede bolsas parciais, por exemplo.

O apoio extraclasse ao aluno também foi detectado pela pesquisa: 42% dos estabelecimentos afirmam que subsidiam a participação dos alunos em congressos e eventos científicos. Quantidade semelhante - 40% - declara oferecer apoio psicopedagógico para alunos com algum tipo de dificuldade de aprendizado. Para preparar os futuros profissionais para o mercado de trabalho, 80% das instituições afirmam manter programas de estágio e capacitação profissional. Pelas projeções da Abmes, levando em conta a amostragem, em nível nacional cerca de 500 mil alunos podem ter sido beneficiados com programas de estágio das instituições particulares em 2004.

Outra tendência apontada pela pesquisa é a constatação de que as instituições estão apostando no relacionamento com alunos egressos, um dos preceitos do marketing educacional. Entre as universidades e centros universitários, pelo menos dois terços promoveram alguma ação direcionada a seus ex-alunos, como desconto em cursos de especialização, convites para palestras e acesso à biblioteca.

As ações de responsabilidade social e ambiental se mostraram presentes em 90% das instituições, o que demonstra um interesse de aproximação com a comunidade. As atividades envolvem programas de voluntariado, atendimento psicopedagógico ou clínico, programas ambientais e de alfabetização, entre outros.

Fonte: Revista Ensino Superior

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: