dcsimg

Edmond Halley


Edmond Halley nasceu em 8 de novembro de 1656 (29 out 1656 no calendário juliano), em Haggerston, Shoreditch, Inglaterra e faleceu em 14 de janeiro de 1742, em Greenwich, Inglaterra. Interrompeu seus estudos em Oxford, em 1676, para catalogar 350 estrelas no Hemisfério Sul e observar o trânsito de Mercúrio pelo disco solar, passando 2 anos na ilha de Santa Helena, no Atlântico, 1200 milhas a oeste da África (lat. -16 graus), financiado por seu pai, também chamado Edmond Halley, um rico mercador de sabão e sal. Nesta estada ele observou as "duas nebulosas" próximas da Via Láctea, as Nuvens de Magalhães.

Retornando à Inglaterra em 1678, publicou seu catálogo de 341 estrelas austrais (Catalogus Stellarum Astralium, 1679), conectando suas observações com as estrelas do hemisfério norte catalogadas por Giovanni Domenico Cassini (1646-1719) em Paris, Johannes Hevelius (Höfelcke) (1611-1687) em Danzig e John Flamesteed (166-1719), o primeiro astrônomo real inglês. Realizou seus exames em Oxford e, em 29 de julho de 1680, foi eleito para a Royal Society.

O cometa brilhante que apareceu em 1664 foi observado por Adrien Auzout (1622-1691) no Observatoire de Paris, Huygens na Holanda, Hevelius em Danzig, e Robert Hooke (1635-1703) na Inglaterra. Qual seria sua órbita? Tycho Brahe tinha suposto circular, Kepler dizia que era em linha reta, com a curvatura devido à órbita da Terra. Hevelius propôs que fosse elíptica. Em 1665 o francês Pierre Petit, em seu Dissertação sobre a Natureza dos Cometas propôs pela primeira vez que suas órbitas fossem fechadas, e que os cometas de 1618 e 1664 poderiam ser o mesmo cometa.

Halley observou um cometa brilhante em novembro de 1681 em Londres e especulou sobre o problema da gravitação em relação aos cometas. Sem conseguir resolver o problema, em agosto de 1684 ele o propôs a Newton. Newton disse que já o havia resolvido o problema muitos anos antes, e que todos os movimentos no sistema solar poderiam ser explicados pela lei da gravitação. Um cometa na constelação de Virgem, em 1680, tinha uma órbita claramente curva. Em menos de 2 anos, Newton tinha escrito os dois primeiros volumes do Principia. No terceiro volume, Newton aplicou suas leis ao movimento dos corpos celestes, inclusive de cometas. Foi graças ao esforço de Halley que o Principia foi publicado. Halley chegou a custear a impressão do mesmo, apesar de problemas judiciais com a herança de seu pai e de que Newton era rico. Halley também cuidou da discussão com o impressor, da correção das provas, da verificação dos diagramas e dos cálculos.

Em 1695 Halley computa a órbita dos cometas usando a teoria de Newton, incluindo o efeito dos grandes planetas Júpiter e Saturno nas órbitas elípticas e encontrou que o cometa de 1682, que mais tarde levaria o nome de Halley, tinha um período de 67 anos e tinha sido observado em 1531 e 1607. Em 1705 ele publicou o Synopsis of the Astronomy of Comets, prevendo que o cometa deveria reaparecer em 1758, como de fato foi observado.

Halley foi nomeado professor Savilian de geometria em Oxford em 1704. Em 1720, foi o sucessor de John Flamsteed como astrônomo real. No Greenwich Observatory, usou o primeiro instrumento de trânsito e estabeleceu um método para determinar a longitude no mar usando observações lunares. Halley foi quem descobriu o cúmulo globular em Hércules e, em 1718, detectou o movimento próprio das estrelas (movimento intrínseco das estrelas no plano do céu). Produziu um estudo intensivo do magnetismo terrestre, das marés e correntes e fez avanços na compreensão de fenômenos meteorológicos. A primeira descrição do ciclo de evaporação, formação de nuvens, precipitação e evaporação é sua. Iniciou um programa sistemático para a determinação precisa da distância da Terra ao Sol usando o trânsito de Mercúrio pelo disco solar.

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: