dcsimg

Garcia de Resende


Escritor, desenhista e músico português, fidalgo-poeta, natural de Évora, nasceu em 1470 e faleceu em 1536.

Manteve-se estritamente ligado à corte, tendo sido, desde 1490, moço de Câmara, secretário particular de D. João II, homem próximo do rei Dom Manuel e escrivão da fazenda do futuro D. João III.

Foi o compilador do célebre Cancioneiro Geral, de 1516, também conhecido como Cancioneiro de Resende, obra que reúne mais de mil composições da poesia palaciana da época, em português e castelhano.

Foi ele próprio poeta, escrevendo, entre outros textos, as Trovas à Morte de D. Inês de Castro, tema da poesia lírica por ele inaugurado.

Grande admirador de D. João II, escreveu Vida e Feitos de D. João II (1533), para o qual aproveitou grandemente a crônica de Rui de Pina e que vale, sobretudo, pela vivacidade do retrato do monarca. Foi ainda autor de Miscelânea e Variedade de Histórias (1554), esboço histórico da vida nacional e internacional do seu tempo, escrito em verso. No conjunto, a sua obra escrita é de extrema importância para o conhecimento da vida da época.

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: