dcsimg

Sistemas humanos - Sistema Nervoso: 3. Sistema Nervoso Autônomo

Prof. Janduí Amorim


O SNP pode ser dividido sob um critério funcional (fisiológico) em:

Sistema Nervoso Somático: nervos com fibras sensoriais e motoras que conferem controle voluntário à musculatura esquelética.

Sistema Nervoso Autônomo: nervos com fibras sensoriais e motoras que conferem controle aos mecanismos involuntários e vitais (funções vegetativas) fundamentais à homeostase (equilíbrio dinâmico do metabolismo) como a contração da musculatura lisa das vísceras, a secreção glandular, os ritmos cardíaco e respiratório, etc... Por exemplo, você pode até prender voluntariamente a respiração por certo tempo, mas quando a falta de O2 parecer crítica ao organismo, o SNA desencadeia novamente os movimentos respiratórios. Por isso, ninguém consegue se suicidar prendendo a respiração.

O SNA é dividido em Sistema Nervoso Simpático e Sistema Nervoso Parassimpático, dois conjuntos distintos de nervos que controlam, em geral, os mesmos órgãos de forma antagônica. Os nervos simpáticos têm ação excitatória sobre tais órgãos, colocando o organismo em estado de prontidão e alerta em situações de estresse. Os nervos parassimpáticos atuam inibindo a atividade destes órgãos, levando o organismo a um estado de relaxamento.

Assim, quando nos assustamos, nosso organismo mostra-se apto à luta ou à fuga nos momentos em que estas atitudes forem necessárias por ação do Sistema Nervoso Simpático: o ritmo cardiorespiratório aumenta, as pupilas dilatam, os músculos esqueléticos recebem mais sangue etc. Ao fim dessa situação o Sistema Nervoso Parassimpático leva ao restabelecimento da condição “normal” de funcionamento do organismo.

Abaixo, alguns exemplos da ação antagônica do Sistema Nervoso Simpático e do Sistema Nervoso Parassimpático sobre os órgãos:

Órgão / Função Nervos Simpáticos Nervos Parassimpáticos
Arteríolas vasoconstrição vasodilatação
Ritmo cardíaco aumenta diminui
Pressão arterial aumenta diminui
Movimentos respiratórios aumentam diminuem
Brônquios dilatam contraem
Metabolismo basal aumenta diminui
Pupilas dilatam contraem
Glicemia aumenta -
Sudorese aumenta -
Movimentos Peristálticos diminuem aumentam
Saliva - aumenta

Os corpos celulares dos neurônios do Sistema Nervoso Simpático estão na medula espinhal e em gânglios próximos a ela. E suas sinapses contam com a ação da adrenalina como neurotransmissor. Porém, no Sistema Nervoso Parassimpático, os corpos celulares dos neurônios situam-se no encéfalo, na medula espinhal e em gânglios distantes da mesma (próximos aos órgãos inervados). O neurotransmissor atuante em suas sinapses é a acetilcolina.


Esquema mostrando a localização dos nervos simpáticos e parassimpáticos junto
à medula espinhal e os órgãos inervados pelos mesmos.


>> AINDA SOBRE Sistemas humanos - Sistema Nervoso

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: