dcsimg

Sistemas humanos - Sistema Excretor: 1. Organização

Maria Sílvia Abrão, Página 3 Pedagogia & Comunicação

O sistema excretor é responsável pela remoção dos resíduos provenientes do metabolismo celular, ou seja, das substâncias que não foram aproveitadas ou daquelas que são tóxicas aos organismos.

A excreção humana é realizada pelos rins. Cada rim contém milhares de pequenas unidades funcionais chamadas néfrons. Cada néfron possui uma estrutura chamada cápsula de Bowman. Internamente à cápsula de Bowman existe uma rede de pequenos capilares, na forma de um novelo, chamada de glomérulo de Malpighi. Os capilares desembocam em um duto coletor que conduz as excretas ao ureter.

Rins filtram impurezas e as eliminam na urina

Os nutrientes ganham as células e farão parte do metabolismo celular. Para que ocorra a síntese das proteínas (os hormônios circulantes, formadores das paredes celulares, dos tecidos), das gorduras (tomam parte na composição das membranas celulares) e outras substâncias, as células necessitam de energia, só assim sobrevivem.

Essa energia é obtida por uma reação de combustão (queima) conhecida como respiração celular. Nesse processo, a glicose (obtida na digestão e trazida pelo sangue a cada uma das células) e o oxigênio (obtido na respiração pulmonar e trazido a cada uma das células pelo sangue) sofrem uma reação química, que libera energia e tem como produtos a água e o gás carbônico.

As células realizam seus processos metabólicos dos quais restam resíduos, que são conhecidos como excretas, pois não servem às células e são até mesmo tóxicos. O processo de eliminação dos resíduos do metabolismo pelo corpo é conhecido como excreção. Nos corpos dos animais existe um delicado equilíbrio físico-químico dentro e fora das células. A manutenção desse equilíbrio é feita pela sistema excretor.

Excreção e sistema urinário

A excreção tem por principal função eliminar substâncias nitrogenadas e regular a quantidade de água nos indivíduos. Os excretas nitrogenados podem ser eliminados sob diferentes formas, dependendo do animal: aminoácidos, uréia e ácido úrico.

Os rins e vias urinárias constituem o sistema urinário dos mamíferos, que é muito eficiente na "limpeza" do organismo. Os rins recebem o sangue a ser filtrado, que é rico em oxigênio necessário à sobrevivência, através das artérias renais, que se transformam em vasos cada vez menores no seu interior (arteríolas). Essa ramificação de vasos entra em contato direto com a unidade excretora do rim, o néfron.

O néfron está dividido em duas regiões:

- Uma que possui um "novelo" de capilares (glomérulo de Malpighi), onde a pressão do sangue expulsa para uma cápsula coletora (cápsula de Bawman) a água e pequenas moléculas dissolvidas no plasma sanguíneo (sais, uréias, moléculas orgânicas simples). Estruturas e substâncias maiores (glóbulos sanguíneos e proteínas do plasma) não passam do interior dos capilares para a cápsula.
- Outra, o túbulo renal, onde ocorre a reabsorção. A água e outras sustâncias úteis que haviam sido filtradas voltam para o sangue.

O sangue filtrado sai dos rins pela veia renal, livre de excretas e rico em gás carbônico.

De cada rim sai um tubo, os ureteres, que levam o produto da filtração e reabsorção (urina) até a um reservatório, a bexiga urinária, que tem por função armazenar a urina. A bexiga é um órgão constituído por musculatura elástica, o qual aumenta conforme armazena a urina. Seu limite é, em média, de 600ml, pouco mais que meio litro. A urina sai para o exterior do corpo através da uretra.

O volume de água no organismo

A produção da urina é regulada pela região cerebral (hipotálamo) capaz de perceber a concentração sanguínea. Essa região cerebral produz um hormônio responsável pelo aumento da reabsorção de água nos túbulos renais, diminuindo o volume de urina e assim a perda de água.

No inverno, quando os dias são mais frios, transpiramos menos, portanto perdemos menos água para o meio ambiente. Para manter os níveis necessários de água no corpo é preciso eliminar a água que não saiu pela transpiração, o que é feito através da urina. Assim o corpo diminui a produção do hormônio que aumenta a reabsorção nos túbulos renais, aumentando o volume de urina.


Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: