dcsimg

Sistemas humanos - Sistema Reprodutor: 2. Aparelho Reprodutor Feminino

Prof. Alcântara, Impacto Pré-Vesitbular


O aparelho reprodutor feminino é um conjunto de órgãos destinados à produção de gameta (óvulo), produção de hormônios, fecundação, acomodação, desenvolvimento e expulsão do feto.

CONSTITUIÇÃO

É constituído pelos órgãos reprodutores e estruturas anexas.

A) ÓRGÃOS REPRODUTORES: Ovário – Tuba Uterina - Útero - Vagina

TUBA UTERINA (oviduto, trompa de Falópio): órgão reprodutor responsável pelo fenômeno da fecundação, que ocorre em seu terço distal, superior ou externo.

ÚTERO: Órgão reprodutor feminino responsável pelo desenvolvimento da gravidez.

Camadas do útero
Miométrio: camada muscular uterina responsável pelos seus movimentos de contração e relaxamento.
Endométrio: camada interna uterina, muito vascularizada (vasos sanguíneos) que quando descama promove o fenômeno da menstruação.
Obs: o útero é dividido em três regiões: fundo, corpo e colo uterino.

OVÁRIOS: são as gônadas femininas (glândulas sexuais femininas). São dois órgãos glandulares, ovóides, localizados em cada lado do baixo ventre (fossa ilíaca direita e esquerda). São responsáveis pela produção do óvulo e de hormônios sexuais femininos (estrógeno e progesterona). São glândulas mistas ou anfícrinas.

A) Partes: cada ovário é constituído por duas camadas: córtex e medula.
• Córtex: camada externa responsável pela formação do óvulo.
• Medula: camada interna responsável pela produção dos hormônios ovarianos (estrógeno e progesterona).

Notas:
1. Na córtex encontramos as células germinativas (ovogônias) que iniciam a meiose antes do nascimento e param na prófase l (dictióteno). Entre 12 a 14 anos a hipófise elabora o F.S.H. que atua no ovário determinando o desenvolvimento do folículo ovariano e prosseguimento da evolução do ovócito l.
2. A partir do 7° mês de gestação, os ovócitos primários (no organismo fetal) iniciam a fase de maturação. Nesta etapa da ovogênese, cada ovócito primário deverá passar por uma meiose. Mas aí sucede um fato interessante: todos os ovócitos primários iniciam a um só tempo a divisão l da meiose. Assim, realizam quase toda a prófase l: leptóteno, zigóteno, paquíteno e diplóteno. Ocorre, então que todos os ovócitos primários interrompem a sua meiose ao mesmo tempo, sem realizar a última etapa da prófase l, que é a subfase da diacinese. Toda a ovogênese parece estagnar-se. E assim permanece até a adolescência. Portanto, ao nascer, a menina já realiza as fases da multiplicação e crescimento e já possui um grande número de ovócitos primários em processo interrompido de meiose. Esse fenômeno de interrupção da meiose recebe o nome de dictióteno. Quando se instala a puberdade e dali por diante, sob estimulo hormonal (hormônios gonadotróficos da hipófise), começa a ter prosseguimento o processo meiótico. Mas um ovócito apenas, de cada vez, fará o restante da meiose, completando a fase de maturação, a fim de originar um óvulo. Dessa forma, a cada período regular de 28 dias (ciclo menstrual) haverá a produção de um único óvulo.

VAGINA (canal vaginal): órgão reprodutor responsável pelo ato sexual, eliminação da menstruação e faz parte do canal do parto.

B) ESTRUTURAS ANEXAS: é representada pela vulva (pudendo): grandes lábios, pequenos lábios, clitóris, abertura da uretra, abertura vaginal, hímen e glândulas de Bartholin.

CICLO MENSTRUAL: neste controle atuam quatro hormônios: F.S.H., L.H., Estrógeno e Progesterona.

1. F.S.H. (Hormônio Folículo Estimulante): produzido pela hipófise, determina:
• Desenvolvimento do ovócito I e amadurecimento do folículo ovariano (de GRAAF).
• Estimula a produção de Estrógeno pelo ovário.

2. Estrógeno: elaborado pelos ovários, determina:
• A preparação da mulher para o sexo (aparecimento dos caracteres sexuais secundários).
• Produção de L.H. pela hipófise.

3. L.H. (Hormônio Luteinizante): elaborado pela hipófise, determina:
• Rompimento do foliculo de Graaf e a liberação do ovócito II, fenômeno chamado de ovulação.
• Desenvolvimento do corpo amarelo (corpo Lúteo) e a produção por este do hormônio progesterona.

4. Progesterona: produzida pelos ovários (corpo amarelo), determina:
• Preparação da camada interna do útero (endométrio) para receber o ovo (zigoto).
• Paralização da produção de F.S.H. pela hipófise.

   F.S.H. ESTRÓGENO L.H. PROGESTERONA

GLÂNDULA HORMÔNIO ÓRGÃO ALVO CARACTERÍSTICAS
Hipófise FSH Ovário
Estimula o desenvolvimento do folículo ovariano, ovócito I e a secreção de estrógeno.
LH Ovário
Estimula a ovulação e o desenvolvimento do corpo amarelo (lúteo).
PROLACTINA Mamas
Estimula a produção de leite (após estimulação prévia das glândulas mamárias por estrógeno e progesterona)
Ovário ESTRÓGENO Diversos Crescimento do corpo e dos órgãos sexuais; estimula o desenvolvimento das características sexuais secundárias femininas.
Sistema reprodutor Maturação dos órgãos reprodutores; preparação do útero para a gravidez.
PROGESTERONA Útero Completa a preparação da mucosa uterina (endométrio) e a mantém preparada para a gravidez.
Mamas Estimula o desenvolvimento das mamas.


SE HOUVER FECUNDAÇÃO

1. O córion produz a gonadotrofina coriônica (HCG) que mantém a taxa de progesterona alta.
2. A partir da 12ª semana, a placenta passa a produzir progesterona até o final da gravidez.



Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: