dcsimg

O primeiro voo do Homem no espaço


Em 12 de abril de 1961 o homem decolava, pela primeira vez, rumo ao espaço. Em 2011, no aniversário de 50 anos deste fato, ocorreram comemorações no mundo inteiro e, principalmente, na Rússia. Isto porque foi o cosmonauta soviético Yuri Alexeyevich Gagarin o protagonista de tal acontecimento histórico. A celebração gira em torno de filmes, sites e festas para recordar o fato.

Primeiro homem no espaço

Aos 27 anos de idade, Yuri Gagarin tornou-se o primeiro ser humano a ir ao espaço, a bordo da nave Vostok 1. A missão, lançada do Cosmódromo de Baikonur, durou uma hora e 48 minutos, e consistiu de uma volta em órbita da Terra a 315 km de altitude. Ao olhar pela janela da nave, Gagarin constatou, fascinado: "A Terra é azul!". Promovido de tenente a major enquanto ainda estava em órbita, foi com esta patente que a Agência Tass soviética anunciou este espetacular feito ao mundo, que assim tomava conhecimento de que entrava numa nova era, a Era Espacial, a partir daquele momento.

Vostok 1 Errabee/Wikipédia

O voo da Vostok-1 foi totalmente automático. O painel de controle estava travado e Gagarin tinha uma chave para assumir somente em caso de necessidade - o que não aconteceu, apesar de o módulo de equipamentos não ter se separado da cápsula ao final da missão e provocar uma situação crítica ao queimar na reeentrada na atmosfera terrestre. Gagarin ejetou-se após a reentrada e desceu de pára-quedas, como planejado. A União Sociética negou esse fato por anos, com medo de o voo não ser reconhecido pelas entidades internacionais, já que o piloto não acompanhou a espaçonave até o final.

Após o feito, Gagarin tornou-se instantaneamente uma celebridade mundial e passou a viajar pelo mundo promovendo o programa espacial soviético, sendo recebido como herói por autoridades e multidões por onde passava. No Brasil, foi recebido e condecorado pelo então presidente Jânio Quadros com a Ordem do Cruzeiro do Sul.

O astronauta era piloto militar graduado pela escola de Saratov em 1955 e pela unidade de treinamento de pilotos de caça Voroshilov Chkalovsk, em 1957. Serviu na frota de porta-aviões soviéticos, até ser selecionado como cosmonauta em 1960. Foi nomeado comandante do grupo em 1963.

NASA

Depois de sua viagem, Gagarin chegou a participar da preparação para um novo voo, mas devido à sua importância na propaganda de seu país, os comandantes soviéticos não quiseram arriscá-lo numa nova aventura.

A partir de 1962, ocupou o cargo de deputado no Soviete Supremo da União Soviética até voltar à Cidade das Estrelas, o centro espacial soviético, para trabalhar no design de novas espaçonaves. Depois de vários anos afastado, dedicado apenas ao programa espacial, Gagarin voltou ao curso de treino de pilotos, para uma requalificação como piloto de caça nos novos caças MiG da Força Aérea.

Em 1968, o cosmonauta morreu, aos 34 anos, num acidente de aeronave, durante um treinamento de rotina sobre a localidade de Kirzhach. Ele e o instrutor de voo Vladimir Seryogin morreram na queda do MiG-15 que pilotavam . Em sua homenagem, uma cratera lunar recebeu seu nome, assim como um asteroide, descoberto em 1772. 

 

Fontes: Nayra Garofle, para portal Conexão Professor (http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/atualidade_detalhe.asp?EditeCodigoDaPagina=6787&Pagina=1 acessado em 10/06/2011)

Página 3 Pedagogia & Comunicação

Wikipedia

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: