dcsimg

O programa espacial brasileiro


O tenente-coronel Marcos César Pontes nasceu em Bauru, interior paulista, em 11 de março de 1963. É casado e possui dois filhos. Desde criança quis ser astronauta,desenhava aviões em cadernos, ia ao aeroclube da cidade para ver a Esquadrilha da Fumaça e gostava das visitas ao local de trabalho de seu tio Oswaldo, a Academia da Força Aérea (AFA).

Ingressou na Academia da Força Aérea em 1981, sendo classificado como o segundo colocado no país. Fez cursos de pára-quedismo de emergência, sobrevivência no mar e também o seu primeiro vôo, a bordo do Uirapuru PP-KBS. Nos anos seguintes conseguiu o sonhado "brevê" de piloto e a espada de oficial da Força Aérea Brasileira.

Após a conclusão do curso na AFA, Marcos foi designado para o curso de caça em Natal-RN. Em 1986, foi transferido para o "Esquadrão Centauro" em Santa Maria (RS).

Em Dezembro de 1989 transferiu-se com a família para São José dos Campos onde cursou engenharia aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA.

Em 1994 iniciou o curso de ensaios em vôo da Divisão de Ensaios em Vôo do Instituto de Aeronáutica e Espaço - IAE/CTA. Entre 1994 e 1996 foi piloto de prova de aviões, chefe da Subdivisão de Sistemas Bélicos e da Subdivisão de Segurança de Vôo. Participou em várias campanhas de ensaios em vôo como o desenvolvimento do míssil ar-ar nacional - MAA1, testes de performance em manobra das aeronaves T-27 da Esquadrilha da Fumaça, F5-E Tiger, F-15 Eagle, F-16 Falcon, F-18 Hornet, Mig-29 Fulcrum, entre outras.

Em 1996 foi indicado para o mestrado na Naval Postgraduate School em Monterey na Califórnia. Em junho de 1998, Marcos foi selecionado para o programa espacial da NASA, para a candidatura a que o país tinha direito, pelo fato de integrar o esforço multinacional de construção da Estação Espacial Internacional (ISS). Iniciou o treinamento no Johnson Space Center, em Houston e em 2000 foi declarado astronauta da NASA.

Missão Centenário

Em 18 de Outubro de 2005, a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial da Federação Russa (Roscosmos) assinaram um acordo que possibilitou a realização da Missão Centenário, que levou o astronauta brasileiro Ten. Cel. Av. Marcos César Pontes à Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês).

A missão recebeu esse nome em homenagem ao centenário do vôo de Santos Dumont no primeiro engenho mais pesado que o ar, o 14 Bis. O vôo aconteceu nos céus da cidade de Campo de Bagatteli, em Paris, no dia 23 de outubro de 1906.

O vôo do astronauta, realizado dia 30 de março de 2006, no Centro de Lançamento de Baikonur (Cazaquistão), foi feito na nave Soyuz. Além do brasileiro, viajaram o russo Pavel Vinogradov e o norte-americano Jeffrey Williams.

Pontes levou oito experimentos científicos que foram estudados em ambiente de microgravidade. Dos estudos levados ao espaço, seis são de instituições de pesquisa brasileiras e dois de escolas do ensino médio.

A missão teve a duração de 10 dias, dos quais oito acontecem na ISS, onde foram realizados os experimentos. O astronauta poderia levar 15 kg de carga, incluindo os experimentos científicos, itens pessoais e institucionais.

Fonte: AEB - Agência Espacial Brasileira

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: