dcsimg

Europa: 6. Economia

  • Data de publicação
Equipe Passeiweb

AGRICULTURA

A agricultura européia é realizada com técnicas de rotação de culturas, irrigação, e desenvolve-se associada à pecuária. Destacam-se, ainda, as técnicas de polders na Holanda e Bélgica, terraceamento no Mediterrâneo, e jardinagem nas áreas densamente povoadas.

Principais produtos agrícolas


Plantações de oliveiras,
Portugal, Alentejo
Foto: www.manualdoturista.com.br
• Trigo - Mais importante produto da agricultura européia, ocupa os solos mais férteis da Europa, onde é cultivado em todos os países. Maior produção: Rússia, Ucrânia e França.
• Centeio, cevada e aveia - Cultivados predominantemente no Norte da Europa.
• Videiras e oliveiras - São cultivadas em terraços na Europa Mediterrânea, destacando a indústria do vinho e do azeite na França, Portugal, Itália e Espanha.
• Beterraba - Cultivada em quase toda a Europa, destina-se à produção de açucar. Maior produção: Rússia, França, Ucrânia e Bielo-Rússia.

Auxílio doméstico

Os subsídios da UE encorajam o cultivo da matéia-prima do açúcar mesmo em regiões de clima desfavorável, como Suécia e Finlânida. O resultado: um excedente de produção de cerca de 6 milhões de toneladas anuais que é despejado no mercado mundial. O excesso da UE, representa cerca de 20% das exportações anuais de todos os países, derruba preços e afeta muitas economias em desenvolvimento, inclusive o Brasil, maior exportador do mundo.

Há trinta anos a UE era uma grande importadora de açúcar, mantendo em pé economias de muitas de suas ex- colônias com suas compras. Agora, embora o custo de produzir açúcar seja até três vezes mais alto na Europa que em alguns países em desenvolvimento, a UE tornou-se o segundo maior exportador do mundo, depois do Brasil, de todas as formas de açúcar e o maior ezportador de açúcar refinado.

PECUÁRIA


Leite suiço, em embalagem longa vida
Na Europa predomina a pecuária intensiva, com rigorosa seleção de raças e forrageiras.

A Holanda, a Suiça e a Dinamarca destacam-se com a maior densidade de gado leiteiro do mundo.

O gado bovino para corte é criado em maior número na Rússia, Reino Unido e Espanha.

RECURSOS MINERAIS

Principais produtos minerais


Plataforma de extração de petróleo, Mar do Norte
• Carvão - Largamente encontrado no continente (dobramentos paleozóicos), foi o elemento básico para a fixação dos principais centros industriais. Principais bacias carboníferas: Inglaterra (Vale do Clyde, Yorkshire), França (Lorena e Passo de Calais), Alemanha (Vale do Ruhr), Ucrânia (Donbass) e Silésia (Polônia).
• Petróleo - Largamente consumido, a Europa tem encontrado reservas, mas ainda tem necessidade de grande importação, principalmente pelos países da Europa Ocidental, com exceção do Reino Unido. Destacam-se as bacias petrolíferas da Europa Oriental (Rússia, Hungria, Romênia e Polônia) e da Europa Ocidental (Mar do Norte, no qual extraem petróleo os países: Reino Unido, Holanda, Noruega e Alemanha).
• Minério de ferro - Destaque para a Rússia (Montes Urais), Ucrânia (Krivoi-Rog), França (Lorena) e Suécia (Lapônia).
• Mercúrio - Os maiores produtores mundiais são: Espanha, Itália e Rússia.

INDÚSTRIAS


Volkswagen (konzerns), Alemanha
Os mais importantes centros industriais europeus estão localizados, principalmente, na Europa Ocidental.

• Alemanha - 3º país do mundo em indústrias, localizadas, sobretudo, na Bacia do Rio Reno (Vale do Ruhr). Aí encontra-se a grande região siderúrgica alemã, favorecida pela presença de reservas de carvão, pela facilidade do transporte fluvial (Reno) e pelo mercado (CEE ou UE). As fábricas alemãs de iniciativa privada constituem grandes empresas, os konzerns, de dominam os mercados.

• Reino Unido - O desenvolvimento do país tem passado, nos últimos anos, por crises que se traduzem na lenta progressão do índice total de produção. Destacam-se as seguintes indústrias: siderúrgica (nacionalizada), de construção civil (Glasgow, Newcastle), automobilística, aeronáutica e têxtil (Machester e Leeds).


Pesca de arenque, Noruega
• França - Sua indústria constitui a principal atividade em valor do país, estando altamente concentrada na região de Paris. Destacam-se, ainda, a região da Lorena, o Norte (Lille) e o Vale do Ródano (Lyon).

• Itália - A Itália do Norte (Vale do Rio Pó) possui a mais importante região industrial do país, devido à rede urbana local (Milão, Turim, Bérgamo) à tradição artesanal, ao intenso comércio, à mão-de-obra abundante, à fácil comunicação com a Europa Ocidental, aos investimentos estrangeiros e ao aproveitamento do rico potencial hidráulico alpino e do gás natural.

• Rússia - Grande potência industrial, destacam-se as indústrias de bens de produção (siderúrgica, mecânica pesada e química). Moscou e São Petersburgo são os pólos mais industrializados.

• Países nórdicos - Também possuem diversidade de indústrias, graças à abundância de seus recursos naturais e à facilidade de aproveitamento de sua energia hidrelétrica. A Suécia destaca-se pela indústria siderúrgica (aços especiais) e pela indústria mecânica diversificada e de alta qualidade, concentradas em Estocolmo e no porto de Gotemburgo. Já a Noruega apresenta importante indústria pesqueira (bacalhau, baleia e arenque).

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined offset: 1

Filename: subjects/article.php

Line Number: 60

>> AINDA SOBRE Europa

Comentários

Siga-nos:

Confira no Passeiweb

  • O primeiro voo do Homem no espaço

    Em 12 de abril de 1961 o homem decolava, pela primeira vez, rumo ao espaço. Em 2011, no aniversário de 50 anos deste fato, ocorreram comemorações no mundo inteiro e, principalmente, na Rússia.
  • Tsunami

    Tsunami significa "onda gigante", em japonês. Os tsunamis são um tipo especial de onda oceânica, gerada por distúrbios sísmicos.
 

Instituições em Destaque

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo:
 
 
 
-

Notícias e Dicas - Vestibular

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas do Vestibular e dicas de estudo: