dcsimg

Marrocos: 02. Histórico


Nome oficial: Reino de Marrocos (Al-Mamlaka al-Maghribiya)

Nacionalidade: Marroquina

Data nacional: 18 de novembro (Independência de Marrocos)

Idioma: O idioma oficial é o árabe, com a presença do berbere; o espanhol é usual na Região Norte e o francês (segunda língua) é falado pela elite.

Bandeira - descrição

O pentagrama verde representa o Selo de Salomão. Representa ainda a deusa Ishtar, associada pelos muçulmanos a Fátima, filha do profeta Maomé. Na bandeira do Marrocos, o pentagrama representa o elo entre Deus e a nação. As cores verde e vermelho são tradicionais nas bandeiras de países árabes. O verde representa o Islã.

O Marrocos é uma monarquia constitucional, tendo como atual Chefe de Estado o Rei Mohammed VI. A função de Chefe de Governo é exercida pelo Primeiro-Ministro, indicado pelo monarca. O atual ocupante do cargo é o Primeiro Ministro Driss Jettou, nomeado em outubro de 2002. O poder legislativo é constituído por um Parlamento bicameral, composto de uma Câmara baixa, com 325 assentos, e de um Senado – a “Câmara dos Conselheiros” –, integrado por 270 membros. O sistema eleitoral estipula mandatos legislativos de seis anos, com sufrágio universal para a Câmara Baixa e votação indireta, por intermédio de um colégio eleitoral, para a Câmara Alta.

A Constituição, emendada em 1996, inspira-se no modelo francês. O monarca detém o poder de destituir tanto o Governo quanto o Parlamento. Os partidos políticos de oposição funcionam livremente, sendo-lhes vetado apenas criticar o papel da monarquia, o status do Marrocos como país muçulmano e a política com relação ao Saara Ocidental. O Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação é Mohamed Benaïssa, nomeado em 9 de abril de 1999.


>> AINDA SOBRE Marrocos

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: