dcsimg

Marrocos: 05. Planícies



Floresta Mamora
O lado Atlântico abriga não só numerosas cidades imperiais do Marrocos mas também planícies coloridas que vão até as praias.

Cereais, uva, azeitona, arroz, cana-de-açúcar são alguns exemplos de que se pode encontrar nas planícies férteis marroquinas que ocupam um lugar importante a nível da economia do país. Estas planícies têm frequentemente muitas grandes extensões. Estirando-se das montanhas do Rif até ao Moyen Atlas, a bacia do Sebou (36.000 km2) compõe-se de baixos planaltos, com cursos de água, algumas colinas e planícies férteis que permitem a cultura de vários alimentos. A planície do Rharb é uma da mais pequenas planícies que ocupa, mesmo assim, 3.000 km2.

Colheitas de beterrabas açucareiras, arroz, cana-de-açúcar, tabaco e citrinos são feitas regularmente. Esta planície distingue-se das outras pela presença da floresta Mamora onde é praticada a exploração de sobreiros e eucaliptos.

Marrocos possui muitos cursos de água (oueds), como por exemplo, o Sebou, a Melouiya, o Drá e o Dadès. Estes cursos de água propagam-se em direção aos grandes rios e eventualmente em direção do oceano e do mar. Contudo, conforme a estação, a quantidade de água é variável. No inverno os rios podem congelar, e no verão, podem secar. Isto representa um grande problema para o país, sobretudo no que diz respeito à agricultura.



>> AINDA SOBRE Marrocos

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: