dcsimg

Portugal: 06. Cultura


A cultura portuguesa é baseada num passado que remonta aos tempos pré-históricos das invasões dos Romanos e Mouros. Todos eles deixaram as suas marcas, deixando uma rica herança de ruínas arqueológicas, tais como o Templo de Diana em Évora, e a típica arquitetura moura de cidades do Sul, como Olhão e Tavira.

Ao longo dos séculos, a arte portuguesa tem sido enriquecida por influências externas. As viagens dos descobridores portugueses contribuíram para que o país ficasse mais aberto às influências orientais e a revelação da riqueza brasileira, em jóias e ouro, influenciou a utilização da "chama" barroca na decoração.

Cada região tem o seu próprio estilo de dança e músicas e grande parte delas tem um ritmo mais lento que as de Espanha. Do folclore fazem parte as danças do vira, do Minho, dos Pauliteiros de Miranda, da zona mirandesa, do Corridinho do Algarve ou do Bailinho, da Madeira. Instrumentos típicos são o cavaquinho, a gaita-de-foles, o acordeão, o violino, os tambores, a guitarra portuguesa e uma variedade de instrumentos de sopro e percussão.

A gastronomia é muito rica em variedade e do agrado de nacionais e estrangeiros em geral. Cada zona do país tem os seus pratos típicos, incluindo os mais diversificados alimentos, passando pelas carnes de gado, carneiro, porco e aves, pelos variados enchidos, pelas diversas espécies de peixe fresco e marisco (grande variedade de pratos de bacalhau). Entre os queijos sobressaem os da Serra da Estrela e de Azeitão, entre muitos outros.

Portugal é um país fortemente vinícola, sendo célebres os vinhos do Douro, do Alentejo e do Dão, os vinhos verdes do Minho, e os licorosos do Porto e da Madeira. A nível de doçaria, e por entre uma enorme variedade de receitas tradicionais, são muito famosos os chamados pastéis de Belém, mantendo-se o segredo de seu preparo bem guardado.

A literatura de Portugal distingue-se pela riqueza e variedade da sua poesia lírica que a tem caracterizado, desde o início, pela sua riqueza em escrita histórica e pela sua relativa delicadeza nos dramas, biografias e ensaios. Os Lusíadas (1572), uma história sobre os portugueses (o nome lusíada derivou da antiga Lusitânia), escrita por Luís de Camões é considerado o mais bem sucedido elenco épico dos moldes clássicos.

>> AINDA SOBRE Portugal

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: