dcsimg

Segundo Reinado: 5. Revoltas do Período Regencial - Quadro-Resumo

Equipe Passeiweb


A reação conservadora que ocorreu na primeira década do reinado de D. Pedro II estimulou o surgimento de movimentos de oposição liberal. Conflitos explodiram em vários pontos do país.

No final do Império, cresceram os levantes de caráter popular urbano, as rebeliões e fugas de escravos e o movimento republicano.

Segue abaixo o Quadro-Resumo das principais rebeliões que marcaram o Segundo Reinado.

NOME PROVÍNCIA DATA LÍDERES CAUSAS FATOS PRINCIPAIS
CABANAGEM PARÁ 1833-1836 Malcher, Vinagre, Angelim Revolta dos liberais contra o -presidente nomeado pelo governo regencial; situação de miséria dos cabanos. Domínio sobre Belém durante um ano e lutas no interior; morte de 40% da população da província.
SABINADA BAHIA 1837-1838 Dr. Sabino Álvares Insatisfação com as autoridades impostas pela Regência. Organização da República Bahiense.
BALAIADA MARANHÃO 1383-1841 Manuel "Balaio", Raimundo Gomes, Cosme Insatisfação com o presidente nomeado pela Regência e revolta de vaqueiros, fazedores de balaios e escravos fugidos. Conquisata da Vila de Caxias; anistia.
REVOLUÇÃO FARROUPILHA RIO GRANDE DO SUL 1835-1845 Bento Gonçalves, Giuseppe Garibaldi Altos impostos, exigência de mudanças políticas, exemplo das repúblicas platinas. República de Piratini; República Juliana, anistia.


Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: