Questões: Canção do Exílio, de Gonçalves Dias

  • Data de publicação

1. (PUC-RS)

CANO DO EXLIO

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabi;
As aves, que aqui gorjeiam,
No gorjeiam como l.
Nosso cu tem mais estrelas,
Nossas vrzeas tm mais flores,
Nossos bosques tm mais vida,
Nossa vida mais amores.
Em cismar, sozinho, noite,
Mais prazer encontro eu l;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabi.
Minha terra tem primores,
Que tais no encontro eu c;
Em cismar - sozinho, noite -
Mais prazer encontro eu l;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabi.
No permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para l;
Sem que eu desfrute os primores
Que no encontro por c;
Sem quin da aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabi.

Para responder questo, analisar as afirmativas que seguem, sobre o texto.

I. Atravs do texto, o poeta realiza uma viagem introspectiva a sua terra natal - idia reforada pelo emprego do verbo "cismar".
II. A exaltao ptria perdida se d pela referncia a elementos culturais.
III. "C" e "l" expressam o local do exlio e o Brasil, respectivamente.
IV. O pessimismo do poeta, caracterstica determinante do Romantismo, expressa-se pela saudade da sua terra.

Pela anlise das afirmativas, conclui-se que esto corretas:

(A) a I e a II, apenas;
(B) a I e a III, apenas;
(C) a II e a IV, apenas;
(D) a III e a IV, apenas;
(E) a I, a II, a III e a IV.


2. (UNIFESP) Canção do Exílio

(...)
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu’inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
(Antônio Gonçalves Dias, Primeiros Cantos)

A Canção do exílio é um dos textos mais citados e parodiados da Língua Portuguesa. Os versos

Teus risonhos lindos campos têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida no teu seio mais amores.

que remetem, de modo flagrante, ao poema de Gonçalves Dias, ocorrem:

(A) na Nova canção do exílio, de Carlos Drummond de Andrade, publicada em A rosa do povo.
(B) na letra de Sabiá, de Tom Jobim e Chico Buarque.
(C) no poema Canto de regresso à pátria, do modernista Oswald de Andrade.
(D) em Ainda irei a Portugal, de Cassiano Ricardo, um dos líderes da Semana de Arte Moderna.
(E) na letra do Hino Nacional Brasileiro, de Joaquim Osório Duque Estrada, oficializada em 1922.


3. (UNIFESP) Canção do Exílio

(...)
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu’inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
(Antônio Gonçalves Dias, Primeiros Cantos)

Os versos da Canção do exílio são construídos nos moldes da redondilha maior, com predominância dos acentos de intensidade nas terceiras e sétimas sílabas métricas. Um verso que não segue esse padrão de tonicidade é:

(A) Minha terra tem palmeiras;
(B) As aves, que aqui gorjeiam,
(C) Nosso céu tem mais estrelas.
(D) Em cismar, sozinho, à noite.
(E) Onde canta o Sabiá.

Comentários

Siga-nos:

Confira no Passeiweb

  • O primeiro voo do Homem no espaço

    Em 12 de abril de 1961 o homem decolava, pela primeira vez, rumo ao espaço. Em 2011, no aniversário de 50 anos deste fato, ocorreram comemorações no mundo inteiro e, principalmente, na Rússia.
  • Tsunami

    Tsunami significa "onda gigante", em japonês. Os tsunamis são um tipo especial de onda oceânica, gerada por distúrbios sísmicos.
 

Instituições em Destaque

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo:
 
 
 
-

Notícias e Dicas - Vestibular

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas do Vestibular e dicas de estudo: