dcsimg

Questões: Libertinagem, de Manuel Bandeira - 6


26. (UFOP) Leia este fragmento de um poema de Manuel Bandeira.

Pensão Familiar

Jardim da pensãozinha burguesa.
Gatos espapaçados ao sol.
A tiririca sitia os canteiros chatos.
O sol acaba de crestar as boninas que murcharam.
Os girassóis

amarelo!

resistem.

E as dálias, rechonchudas, plebéias, dominicais.
(...)
(In: Libertinagem & Estrela da Manhã, p.27)

A respeito desse fragmento é incorreto dizer:

(A) O poeta, despindo as palavras de seus valores sintáticos, explora a significação dos vocábulos isolados para criar efeitos verdadeiramente fortes e visuais.
(B) Como em outros poemas de Libertinagem, em “Pensão familiar”, é possível perceber uma linguagem coloquial e irônica, usada pelo poeta na tentativa de anular qualquer exagero.
(C) Contrariando as tendências do Modernismo, o poeta usa uma linguagem cuja organização sintática e semântica em nada inova em termos estéticos.
(D) A ausência do eu lírico explícito demonstra a preocupação modernista com a “estética da despersonalização”, conferindo ao poema um tom quase exclusivamente descritivo.


27. (UFOP) Leia este poema de Manuel Bandeira.

Contrição

Quero banhar-me nas águas límpidas
Quero banhar-me nas águas puras
Sou a mais baixa das criaturas
Me sinto sórdido

Confiei às feras as minhas lágrimas
Rolei de borco pelas calçadas
Cobri meu rosto de bofetadas
Meu Deus valei-me

Vozes da infância contai a história
Da vida boa que nunca veio
E eu caia ouvindo-a no calmo seio
Da eternidade.
(In: Libertinagem & Estrela da Manhã, p.88)

Considerando o poema, é incorreto dizer:

(A) De tom acentuadamente lírico, é construído com clara definição temporal: um passado cheio de experiências traumáticas, um presente no qual se situa o poeta e um futuro que, no momento, não passa de um desejo.
(B) O uso do adjetivo sórdido é contraditoriamente o elemento impulsionador do desejo de purificação e, portanto, de uma vida nova, invocando para isso a ajuda de Deus.
(C) Apesar do lirismo intenso, não deixa de revelar outros elementos da poética de Manuel Bandeira como ironia e humor.
(D) Apresenta caráter cíclico, pois a evocação da infância (3ª estrofE) pode corresponder à aspiração de limpidez e pureza (1ª estrofE), representadas pela água.


28. Libertinagem, de Manuel Bandeira, é uma obra composta por 38 poemas. Nessa obra há predominância de versos livres, mas um poema está estruturado em redondilha maior. Que poema é esse?

(A) Porquinho-da-Índia
(B) Madrigal tão engraçadinho
(C) Teresa
(D) Vou-me embora para Pasárgada
(E) A virgem Maria

1  2  3  4  5    6

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: