dcsimg

Biologia 3


01. (MACKENZIE) Comparando uma flor de gimnosperma com uma flor de angiosperma, observa-se uma diferença marcante, que é a presença de:
  • (A) óvulo.
  • (B) ovário.
  • (C) grão-de-pólen.
  • (D) saco embrionário.
  • (E) gametófito.
02. (FUVEST) Os vírus
  • (A) possuem genes para os três tipos de RNA (ribossômico, mensageiro e transportador), pois utilizam apenas aminoácidos e energia das células hospedeiras.
  • (B) possuem genes apenas para RNA ribossômico e para RNA mensageiro, pois utilizam RNA transportador da célula hospedeira.
  • (C) possuem genes apenas para RNA mensageiro e para RNA transportador, pois utilizam ribossomos da célula hospedeira.
  • (D) possuem genes apenas para RNA mensageiro, pois utilizam ribossomos e RNA transportador da célula hospedeira.
  • (E) não possuem genes para qualquer um dos três tipos de RNA, pois utilizam toda a maquinaria de síntese de proteínas da célula hospedeira.
03. (FUVEST) Em seu trabalho com ervilhas, publicado em 1866, Mendel representou os fatores hereditários determinantes dos estados amarelo e verde do caráter cor da semente pelas letras A e a, respectivamente. O conhecimento atual a respeito da natureza do material hereditário permite dizer que a letra A usada por Mendel simboliza
  • (A) um segmento de DNA com informação para uma cadeia polipeptídica.
  • (B) um segmento de DNA com informação para um RNA ribossômico.
  • (C) um aminoácido em uma proteína.
  • (D) uma trinca de bases do RNA mensageiro.
  • (E) uma trinca de bases do RNA transportador.
04. (FUVEST) Os dois processos que ocorrem na meiose, responsáveis pela variabilidade genética dos organismos que se reproduzem sexuadamente, são:
  • (A) duplicação dos cromossomos e pareamento dos cromossomos homólogos.
  • (B) segregação independente dos pares de cromossomos homólogos e permutação entre os cromossomos homólogos.
  • (C) separação da dupla-hélice da molécula de DNA e replicação de cada uma das fitas.
  • (D) duplicação dos cromossomos e segregação independente dos pares de cromossomos homólogos.
  • (E) replicação da dupla-hélice da molécula de DNA e permutação entre os cromossomos homólogos.
05. (FUVEST) Caranguejo, caramujo e anêmona-do-mar pertencem a três filos diferentes de animais. A esses mesmos filos, pertencem, respectivamente:
  • (A) lagosta, lula e estrela-do-mar.
  • (B) abelha, lesma e água-viva.
  • (C) camarão, planária e estrela-do-mar.
  • (D) barata, mexilhão e ouriço-do-mar.
  • (E) ouriço-do-mar, polvo e água-viva.
06. (FUVEST) Ao comermos um sanduíche de pão, manteiga e bife, a digestão do
  • (A) bife inicia-se na boca, a do pão, no estômago, sendo papel do fígado produzir a bile que facilita a digestão das gorduras da manteiga.
  • (B) bife inicia-se na boca, a do pão, no estômago, sendo papel do fígado produzir a bile, que contém enzimas que digerem gorduras da manteiga.
  • (C) pão inicia-se na boca, a do bife, no estômago, sendo papel do fígado produzir a bile que facilita a digestão das gorduras da manteiga.
  • (D) pão inicia-se na boca, a do bife, no estômago, sendo papel do fígado produzir a bile que facilita a digestão do pão, do bife e das gorduras da manteiga.
  • (E) pão e bife no estômago, sendo as gorduras da manteiga digeridas pela bile produzidas no fígado.
07. (FUVEST) O sangue, ao circular pelo corpo de uma pessoa, entra nos rins pelas artérias renais e sai deles pelas veias renais. O sangue das artérias renais
  • (A) é mais pobre em amônia do que o sangue das veias renais, pois nos rins ocorre síntese dessa substância pela degradação de uréia.
  • (B) é mais rico em amônia do que o sangue das veias renais, pois nos rins ocorre degradação dessa substância que se transforma em uréia.
  • (C) é mais pobre em uréia do que o sangue das veias renais, pois os túbulos renais secretam essa substância.
  • (D) é mais rico em uréia do que o sangue das veias renais, pois os túbulos renais absorvem essa substância.
  • (E) tem a mesma concentração de uréia e de amônia que o sangue das veias renais, pois essas substâncias são sintetizadas no fígado.
08. (FUVEST) Considere o surgimento de flor, fruto e semente: (A) em uma planta ao longo de um ano e (B) no reino vegetal ao longo do tempo evolutivo. Comparando A e B, a seqüência em que os órgãos surgem, nos dois casos, é:
  • (A) diferente, pois, em A, a seqüência é flor, seguida simultaneamente por fruto e semente; e, em B, é fruto e semente simultaneamente, seguidos por flor.
  • (B) diferente, pois, em A, a seqüência é flor, seguida por fruto, seguido por semente; e, em B, é flor e semente simultaneamente, seguidas por fruto.
  • (C) diferente, pois, em A, a seqüência é flor, seguida simultaneamente por fruto e semente; e, em B, é semente, seguida simultaneamente por flor e fruto.
  • (D) igual, pois, em ambos, a seqüência é flor, seguida simultaneamente por fruto e semente.
  • (E) igual, pois, em ambos, a seqüência é flor, seguida por fruto, seguido por semente.
09. (FUVEST) Pesquisadores descobriram na Etiópia fósseis que parecem ser do mais antigo ancestral da humanidade. Como a idade desses fósseis foi estimada entre 5,2 e 5,8 milhões de anos, pode-se dizer que esses nossos ancestrais viveram
  • (A) em época anterior ao aparecimento dos anfíbios e dos dinossauros.
  • (B) na mesma época que os dinossauros e antes do aparecimento dos anfíbios.
  • (C) na mesma época que os dinossauros e após o aparecimento dos anfíbios.
  • (D) em época posterior do desaparecimento dos dinossauros, mas antes do surgimento dos anfíbios.
  • (E) em época posterior ao surgimento dos anfíbios e ao desaparecimento dos dinossauros.
10. (FUVEST) A bactéria Streptococcus iniae afeta o cérebro de peixes, causando a "doença do peixe louco". A partir de 1995, os criadores de trutas de Israel começaram a vacinar seus peixes. Apesar disso, em 1997, ocorreu uma epidemia causada por uma linhagem de bactéria resistente à vacina. Os cientistas acreditam que essa linhagem surgiu por pressão evolutiva induzida pela vacina, o que quer dizer que a vacina
  • (A) induziu mutações específicas nas bactérias, tornando-as resistentes ao medicamento.
  • (B) induziu mutações específicas nos peixes, tornando-os suscetíveis à infecção pela outra linhagem de bactéria.
  • (C) causou o enfraquecimento dos órgão dos peixes, permitindo sua infecção pela outra linhagem de bactéria.
  • (D) levou ao desenvolvimento de anticorpos específicos que, ao se ligarem as bactérias, tornaram-nas mais agressivas.
  • (E) permitiu a ploriferação de bactérias mutantes resistentes, ao impedir o desenvolvimento das bactérias de linhagem original.



Mais simulados de Biologia



Comentários

[ X ]
Resultado

Você acertou 0 de 0 questões

0

[ Veja a resposta correta de cada questão ]

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: