dcsimg

Geografia 1


01. (MACKENZIE) Os rios internacionais (que atravessam mais de um país) sempre foram causa de disputas e discussões. Até recentemente a região do rio ________________, principalmente pelas indústrias alemãs, provocou discussões entre a Suíça, a França, os Paises Baixos e a Alemanha. (Melhem Adas)

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.
  • (A) Danúbio
  • (B) Volga
  • (C) Ródano
  • (D) Reno
  • (E) Ruhr
02. (MACKENZIE) Arrastada pela desaceleração dos E.U.A., a economia do México pode apresentar um crescimento de 1% este ano. (Folha de S. Paulo - 19/08/2001)

O atrelamento da economia mexicana aos E.U.A. explica-se:
  • (A) pela dependência mexicana das matérias-primas importadas dos EUA;
  • (B) pelo fato de os E.U.A. serem destinatários de cerca de 90% das exportações mexicanas;
  • (C) pela absorção de grande parte da mão-de-obra mexicana pelo setor agrícola dos EUA;
  • (D) pela dependência mexicana ao petróleo americano, extraído principalmente no Texas;
  • (E) pela paridade artificial entre as moedas dos dois países.
03. (MACKENZIE) O baixo crescimento das exportações brasileiras ocorre por razões que vão desde o chamado "custo Brasil" à maior concorrência internacional. (Folha de S. Paulo - 19/08/2001)

A expressão "custo Brasil" expressa a baixa competitividade das exportações brasileiras provocada basicamente pela:
  • (A) dependência de componentes importados;
  • (B) predominância de produtos agrícolas na nossa pauta de exportação;
  • (C) elevada carga tributária e problemas de infra-estrutura;
  • (D) distância das regiões industriais dos portos exportadores;
  • (E) disparidade salarial entre o Brasil e os demais países exportadores.
04. (MACKENZIE) No limiar do século XXI, o mundo já é uma imensa cidade. Uma cidade modulada em muitas cidades. O globo terrestre deixa de parecer um planeta, uma configuração cósmica, para se revelar uma criação humana da atividade social, de algo que se cria e recria no curso da história dos povos. Esse é o atlas no qual se localizam as grandes e as pequenas cidades. São metrópoles e megalópoles, povoados e vilas, centros e periferias; sempre atados de perto e de longe por estradas, rodovias, ferrovias, linhas aéreas, infovias, sempre atados pelas atividades sociais, econômicas, políticas e culturais. (Octavio Ianni - Folha Mais - 19/08/2001)

No texto o autor sugere que:

I) o planeta Terra é, hoje, uma construção humana, que se faz ao longo do tempo.
II) as cidades, por menores que sejam, formam, graças aos meios de transporte e comunicação um conjunto único.
III)a cidade é a síntese de todo o país e de toda a sociedade.
IV) as cidades formam um conjunto acabado, atado e imobilizado em suas relações.

São verdadeiras:
  • (A) apenas I, II, III
  • (B) apenas I e II
  • (C) I, II, III e IV
  • (D) apenas I, III e IV
  • (E) apenas II e IV
05. (MACKENZIE) Considere as seguintes frases:

I) A atmosfera se aquece de baixo para cima. Primeiro a superfície terrestre absorve calor solar que é, então, liberado gradualmente para a atmosfera.
II) Nas madrugadas de inverno a superfície perde calor muito rapidamente e, portanto, a temperatura atmosférica próxima do solo pode ficar menor que nas camadas superiores.

Assinale:
  • (A) se I e II estiverem corretas e a II for responsável por fenômenos como as inversões térmicas;
  • (B) se apenas a I estiver correta, porque a temperatura diminui com a altitude, e sempre os lugares altos são mais frios que os lugares baixos;
  • (C) se apenas a II estiver correta, porque a atmosfera é aquecida pelo Sol, portanto, de cima para baixo;
  • (D) se ambas estiverem erradas;
  • (E) se I e II estiverem corretas e a II for responsável por fenômenos como as ilhas de calor.
06. (MACKENZIE) Num futuro muito próximo, qualquer sistema econômico terá que se submeter, mais e mais, a exigências dinâmicas da natureza, esta entendida não como o mico-leão, o tatu-bola ou a orquídea selvagem em extinção, mas como a utilização dos recursos naturais para fins produtivos e com métodos não predatórios. Falar hoje em ecologia, portanto, é pensar em atuações econômicas e empresariais. H. Johr - O Verde é Negócio

Uma tradicional atividade agrícola no Brasil preserva a vegetação nativa como aliada no processo produtivo. Trata-se da:
  • (A) cultura da cana, que preservou a vegetação nativa usada principalmente como anteparo para os ventos;
  • (B) cultura do cacau no sul da Bahia, que preservou a vegetação nativa, utilizada como sombreamento das plantações;
  • (C) cultura da laranja, principalmente no estado de São Paulo, onde trechos da Mata Atlântica foram preservados para diminuir o ataque de pragas;
  • (D) atividade madeireira no Sul do Brasil, que se abastece de espécies da Mata de Araucária, extraídas de forma seletiva;
  • (E) cafeicultura, que conservou largos trechos da Mata Tropical no Planalto Paulista, como forma de diminuir o risco de geadas.
07. (MACKENZIE) Há também as chuvas ________________, que ocorrem nas zonas _____________, localizadas em torno de 40°. São causadas pelo choque dos ventos quentes subtropicais com os ventos frios polares. (Igor Moreira)

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas.
  • (A) convectivas - equatoriais
  • (B) frontais - subtropicais
  • (C) convectivas - temperadas
  • (D) frontais - tropicais
  • (E) frontais - temperadas
08. (MACKENZIE) É comum o comentário de que o multiculturalismo e preferência social estão "balcanizando" os Estados Unidos, mas é um erro falar sobre essa ameaça. Michael Lind - A Nova Nação Americana

O termo "balcanizando" refere-se:
  • (A) à fragmentação política de um país a partir dos diferente grupos étnicos;
  • (B) ao empobrecimento generalizado do país provocado pela falência das instituições políticas;
  • (C) à progressiva redução das atividades produtivas, gerando uma forte recessão;
  • (D) à escalada do terrorismo motivada, principalmente, pelas divergências religiosas;
  • (E) à aceitação pela população de governos anti-democráticos, como forma de conter a violência.
09. (MACKENZIE) Considere os seguintes textos.

I) O subdesenvolvimento não resulta de espoliação internacional ou falta de recursos naturais. É sempre um fenômeno cultural: misto de idiotice e mau-caratismo. Infelizmente, ambas as coisas são abundantes neste continente. (Roberto Campos)

II) Percorrendo a África, de norte a sul e leste a oeste, como relator do Parlamento Europeu para o além-mar e, em outras ocasiões, viajando pelo Extremo Oriente, América Latina e Oceania, constatei que isso que chamamos de subdesenvolvimento é, antes de tudo o "não-desenvolvimento" obstinado das sociedades. O que chamamos de desenvolvimento é o progresso, que resulta essencialmente da convergência de fatores culturais favoráveis. (A. Peyrefitte)

A análise dos mesmos permite afirmar que ambos os autores:
  • (A) consideram o subdesenvolvimento um fenômeno provocado basicamente por causas externas;
  • (B) acreditam que a solução para os problemas do subdesenvolvimento será sempre resultado da ajuda econômica dos países ricos;
  • (C) consideram o subdesenvolvimento como um conjunto de processos políticos e econômicos, com causas internas e externas;
  • (D) apontam como a principal causa para o subdesenvolvimento os mecanismos internacionais de exploração econômica;
  • (E) desconsideram as conotações políticas e econômicas, nem mencionam a dependência dos países pobres como causas do subdesenvolvimento.
10. (MACKENZIE) No Brasil, o vocábulo "serra" é usado com sentido amplo na linguagem corrente. Qualquer elevação com forte desnível é assim chamada. Sob o ponto de vista geomorfológico, o termo "serra" é impróprio para designar as "serras" do Mar e da Mantiqueira, que na verdade constituem:
  • (A) chapadas sedimentares
  • (B) escarpas de falha
  • (C) mares de morros e escarpas de planalto
  • (D) cadeias montanhosas de baixa altitude
  • (E) planaltos desgastados



Mais simulados de Geografia



Comentários

[ X ]
Resultado

Você acertou 0 de 0 questões

0

[ Veja a resposta correta de cada questão ]

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: