dcsimg

Geografia 5


01. (PUCCAMP) Tendo em vista exemplos como a produção de soja e trigo nas áreas de cerrados e a produção de melões e uvas de alta qualidade no Vale do São Francisco, é possível
  • (A) identificar, no país, o predomínio do trabalho assalariado sobre o trabalho familiar;
  • (B) considerar a importância dos recursos naturais para suprir as necessidades básicas da população em alimentos;
  • (C) entender a atual preocupação com a conservação dos solos por meio da escolha de produtos adequados às especificidades das condições ecológicas;
  • (D) desmistificar o peso absoluto das condições naturais na produção de gêneros agrícolas;
  • (E) evidenciar a ocupação de regiões de alta densidade demográfica com atividades modernas e produtivas.
02. (FGV) Esta região do Brasil, de acordo com o IBGE, possui o maior rebanho de gado bovino do Brasil, no entanto, é inexpressiva em outros tipos de criação. Apresenta cerca de 5 cabeças de gado por habitante, sendo a industrialização de carne feita em outra região do país.

Trata-se da produção da Região
  • (A) Norte, através de empresas que se aproveitaram dos incentivos fiscais da Sudam;
  • (B) Sul, que apresenta os melhores rebanhos pela introdução de raças européias e asiáticas;
  • (C) Sudeste, que apresenta uma assistência veterinária permanente e estabula o gado, principalmente o leiteiro;
  • (D) Nordeste, que aproveita os vales dos grandes rios, como o São Francisco e Parnaíba, para as criações não só de bovinos, mas também de caprinos e assinos;
  • (E) Centro-Oeste, onde se realiza a criação de gado extensiva.
03. (PUC) Leia com atenção as caracterizações a seguir sobre fontes de energia:

1) É uma fonte de energia secundária cujo processo de transformação dá-se no próprio local de captação da energia primária (a fonte natural). Logo, ela é fixa no território e depende da distribuição geográfica da fonte natural.
2) Trata-se, por um lado, de uma fonte de energia secundária cujas possibilidades de estocagem são limitadas, o que dificulta o processamento de sua produção. Por outro lado, sua produção pode estar associada a várias fontes naturais.
3) É uma fonte de energia secundária cujo processo de produção dá-se, em geral, no próprio local de captação da matéria-prima. Essa matéria-prima, por sua vez, é produzida pelo ser humano. Logo, seu local de produção também é escolhido.
4) É uma fonte de energia natural que pode ser transportada por terra ou em meio aquático, até os locais em que ocorrerá a transformação em vários tipos de energia secundária (esses locais são escolhidos de modo independente da localização da fonte natural).
A seguir, assinale a alternativa que as identifique correta e respectivamente:
  • (A) petróleo, álcool, hidroeletricidade e eletricidade;
  • (B) eletricidade, álcool, hidroeletricidade e petróleo;
  • (C) hidroeletricidade, eletricidade, álcool e petróleo;
  • (D) eletricidade, hidroeletricidade, álcool e petróleo;
  • (E) eletricidade, hidroeletricidade, petróleo e álcool.
04. (PUCCAMP) Desde o final da década de 80, o Pró-álcool tem sido colocado no centro de debates sobre a questão energética no Brasil, principalmente no que se refere aos seus aspectos
  • (A) negativos, pois o alto preço da produção obriga a manutenção de subsídios para garantir o produto a preço mais baixo que o da gasolina;
  • (B) negativos, pela considerável redução das exportações de petróleo, o que levou o país a romper relações comerciais com alguns países árabes;
  • (C) positivos, uma vez que significou uma ampliação dos níveis de emprego, devido ao aumento do número de bóias-frias;
  • (D) positivos, pois desde sua implantação o Pró-álcool permitiu elevar substancialmente a produção de veículos automotores;
  • (E) positivos, pois permitiu um parcelamento de grandes propriedades em pequenas e médias empresas agrícolas, favorecendo a distribuição de renda.
05. (PUC) Considerando a crise gerada pela escassez de água nos estoques do nosso sistema energético de hidroeletricidade e levando em conta as relações mais gerais entre os recursos hídricos com o conjunto do meio ambiente, assinale a afirmação errada.
  • (A) É um equívoco atribuir a escassez de recursos hídricos nos lagos das grandes usinas hidroelétricas apenas à falta de chuvas, pois outras questões relacionadas ao meio ambiente também causam o problema.
  • (B) A destruição das matas ciliares que protegem nascentes e margem dos cursos d'água promove o assoreamento deles, comprometendo o potencial hídrico, tal como vem ocorrendo no rio S. Francisco.
  • (C) A remoção de florestas compromete o ciclo da água: reduz a evapotranspiração; dificulta a infiltração de água no solo; impede a retenção de águas nas folhas. Isso tudo fomenta a escassez de recursos hídricos.
  • (D) A impermeabilização do solo numa bacia hidrográfica aumenta a velocidade do escoamento das águas, diminuindo seu armazenamento subterrâneo, o que compromete a disponibilidade disponibilidade duradoura dos recursos hídricos.
  • (E) Os grandes lagos, para a estocagem de água, garantem o funcionamento das hidroelétricas em estações secas, além de proteger o estoque de água do assoreamento e da transpiração, possibilitando uma utilização quase total dos recursos hídricos.
06. (FGV) Ações voltadas exclusivamente para o desenvolvimento agrícola lograram invejável modernização da base tecnoprodutiva no Centro-Sul do país, mas sem um desenvolvimento rural correspondente. Dimensões tecnológicas e econômicas do processo foram privilegiadas. A organização sindical dos trabalhadores sem terra e dos pequenos produtores - para citar apenas dois casos - foi relegada. O resultado sinaliza um antagonismo entre o econômico, o social e o ambiental. Revista Globo Rural, junho de 2001. Tendências: O poder local da globalização.

O texto trata das transformações no campo brasileiro, principalmente a partir da década de 70. As afirmações do texto exemplificam
  • (A) A formação de uma "indústria seca" no sertão nordestino, baseada na incorporação de tecnologias modernas pelos agricultores sertanejos, que viabilizam a produção agrícola em áreas de clima semi-árido.
  • (B) A expansão da mecanização da produção agrícola, paralela ao crescimento e pauperização da categoria dos trabalhadores rurais temporários, como os bóias-frias na cultura da cana-de-açúcar.
  • (C) A criação de reservas ecológicas dos Estados do Acre e Amazonas, destinadas à preservação de árvores nativas, com a conseqüente proibição das atividades tradicionais de extração por populações de seringueiros e castanheiros.
  • (D) O aumento da mão-de-obra na atividade agrícola, como conseqüência da expansão de modernas empresas rurais de caráter familiar, como no caso da produção integrada de porcos e aves no interior paulista.
  • (E) O baixo nível de tecnologia ainda presente nas culturas de exportação, como a soja, e o modelo de expansão das áreas de pecuária intensiva para o interior do país, baseado em pequenas unidades de criação familiar.
07. (UNIFESP) Esta correto afirmar que a agricultura brasileira
  • (A) recebeu capital internacional nos últimos anos resultando em um aumento da exportação de grãos;
  • (B) desenvolveu-se em pequenas e médias propriedades, resultando em um modelo de produção competitivo com os países europeus;
  • (C) não recebe subsídios fiscais resultando no aumento do custo de produção e na perda de mercado internacional;
  • (D) está baseada no extrativismo, resultando na formação de cooperativas de pequenos proprietários;
  • (E) não sofre influência da estrutura agrária do país, resultando na produção de alimentos nas áreas agricultáveis de todo o país.
08. (VUNESP) A importância do agronegócio na economia paulista e brasileira é uma realidade, pois, "... ainda que se tenha industrializado, com o Brasil tem sua presença comercial internacional associada à multiplicação de produtos com origem no rural, que respondem por 41,2% das vendas externas. E há ainda uma imensa possibilidade de agregação de valor ao produto. A ruptura histórica da presença brasileira no mercado mundial não está em deixar de ser exportador de café para ser um exportador industrial. O desafio é transformar-se de primário exportador de café em grão em agroexportador de café processado, agregando valor ao render bens finais." (Apta 2000 - 2003, Secretaria de Agricultura e Abastecimento, SP.)

A melhor definição para agronegócio é
  • (A) combinação de cadeias produtivas de um produto rural, desde a germinação até a colheita;
  • (B) agregação de valor ao produto rural, por sua industrialização;
  • (C) denominação moderna para o termo agropecuária;
  • (D) agregação de valor ao produto rural, pela modernização dos meios de produção;
  • (E) exportação do produto rural, com negociação por meio de bolsas de mercadorias.
09. (PUC) Fazendo-se um balanço da evolução da estrutura dos transportes no Brasil, pode-se afirmar que
  • (A) há uma ênfase acentuada na expansão da rede de rodovias decorrente das vantagens econômicas que esse tipo de transporte oferece em um país de grandes dimensões comparativamente aos demais tipos;
  • (B) há uma ênfase acentuada na expansão da rede rodoviária decorrente de uma política econômica relacionada com a implantação da indústria automobilística no país;
  • (C) após um longo período de estagnação e relativo abandono, a construção de novas ferrovias revela uma clara política federal de privilegiar, nas próximas décadas, esse tipo de transporte;
  • (D) após um longo período de estagnação e relativo abandono, o governo federal passa a adotar, com a crise do petróleo, uma política de valorização do transporte de cabotagem para vencer as grandes distâncias do país;
  • (E) nas duas últimas décadas, o governo adota uma política equilibrada, propondo-se a utilizar os vários meios de transporte de forma racional, com patível com as distâncias e os tipos de mercadorias transportadas.
10. (FUVEST) Sobre a questão ambiental, no planeta, é correto afirmar que
  • (A) países que se industrializaram ainda nó século XIX já conseguiram superar seus problemas de meio ambiente;
  • (B) a introdução da economia de mercado nos antigos países de economia socialista tem permitido reorganizar o espaço e conservar o meio ambiente;
  • (C) a pobreza, o crescimento da população e a degradação do meio ambiente estão intimamente ligados e podem explicar vários problemas ecológicos;
  • (D) caso se confirme o aquecimento climático global pelo efeito estufa, as planícies litorâneas serão áreas menos afetadas;
  • (E) a emissão de gases prejudiciais à camada de ozônio por países desenvolvidos e subdesenvolvidos, embora de natureza diversa, é equivalente.



Mais simulados de Geografia



Comentários

[ X ]
Resultado

Você acertou 0 de 0 questões

0

[ Veja a resposta correta de cada questão ]

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: