Historia 5


01. (FUVEST) Sobre o governo de Juan Domingo Perón (1946 - 1955) na Argentina, podemos afirmar que:

(A) recebeu expressivo apoio da parte importante da classe trabalhadora, ainda que não lhe tenha concedido benefícios concretos.
(B) foi um governo com uma retórica nacionalista, que recebeu dos "descamisados" importante sustentação política.
(C) deslocou o centro das atenções políticas para a figura carismática de Eva Perón, assumindo o presidente uma postura discreta e secundária.
(D) foi um governo ditatorial, pois fechou o Congresso e colocou os partidos políticos na ilegalidade.
(E) buscou persistentemente, no plano internacional, uma aliança com os Estados Unidos.

02. (UNIRIO) O declínio das estruturas políticas, econômicas e sociais do Estado Oligárquico da América Latina acarretou o(a)

(A) fortalecimento econômico dos segmentos agroexportadores.
(B) surgimento do ideário e das práticas populistas.
(C) enfraquecimento da representatividade dos partidos políticos.
(D) hegemonia política das oligarquias regionais.
(E) proibição da representação e das associações de trabalhadores em organizações sindicais.

03. (FGV) A gestão do presidente Eurico Gaspar Dutra foi marcada pela adoção de medidas que visavam à modernização das instituições político-administrativas. Entre essas mudanças, pode ser destacada

(A) a aprovação de uma nova Constituição que, embora seguisse princípios liberais e democráticos, mantinha a proibição ao direito de voto das mulheres.
(B) a aproximação com a União Soviética, em função do enorme prestígio dos parlamentares ligados ao PCB.
(C) a extinção do corporativismo, com a regulamentação de centrais sindicais livres da tutela do Estado.
(D) a implantação de um plano de metas (Plano Salte) que visava atender às necessidades da industrialização e do abastecimento doméstico.
(E) a recusa de participação na Organização dos Estados Americanos (OEA), por considerá-la um instrumento de consolidação da hegemonia norte-americana na América Latina.

04. (FUVEST) A partir da Segunda Guerra Mundial e até 1960, o Brasil, a exemplo de outros países do denominado "Cone Sul", teve sua história marcada por um processo de modernização caracterizado

(A) pela criação de uma política desenvolvimentista baseada em um processo de industrialização associado aos capitais estrangeiros.
(B) pela organização de políticas de moldes socialistas que ocasionaram a fuga de capitais estrangeiros.
(C) pela elaboração de uma política populista, caracterizada por uma intensa reforma agrária, levando a um processo de crescimento do mercado interno.
(D) pelo surgimento de governos militares de regime ditatorial instalados para frear a expansão de movimentos socialistas.
(E) pela preservação de uma política oligárquica e de caráter nacionalista, responsável por um desenvolvimento industrial contrário aos interesses norte-americanos.

05. (UFIS) Com a vitória do general Dutra nas eleições presidenciais têm início a República Populista, que:

(A) utilizando das bases criadas por Getúlio Vargas, eliminou a ditadura, fato que não significou a eliminação do autoritarismo.
(B) implantou a democracia plena no país, garantindo a liberdade de organização e expressão.
(C) possibilitou maior participação popular no processo político, com a legalização do Partido Comunista.
(D) criou o sindicalismo independente, eliminando a estrutura pelega criada por Vargas no período anterior.
(E) adotou uma política externa de equilíbrio, promovendo maior independência do Brasil frente aos EUA.

06. (UNESP) Juscelino Kubitschek (1956 - 1960) se propôs a fazer o Brasil crescer "cinqüenta anos em cinco". Para tanto, fazia parte do Plano de Metas do seu governo:

(A) consolidar as atividades industriais no país, nacionalizando as companhias de energia e transporte.
(B) construir Brasília para facilitar o acesso às plantações de algodão e áreas de mineração do Brasil central.
(C) desenvolvimento da indústria de bens de consumo duráveis, com a utilização exclusiva de capital nacional, pois o governo queria evitar o endividamento externo.
(D) investimento em larga escala de capital estrangeiro na agricultura, pois acreditava-se na vocação agrícola da economia brasileira.
(E) desenvolvimento de setores básicos, como transporte, energia e indústria, facilitando para isso a entrada de capital estrangeiro no país.

07. (UFMG) Sobre a situação econômica de Cuba, na conjuntura atual, pode-se afirmar que:

(A) a Rússia e os países do Leste Europeu continuam a ser os principais parceiros comerciais de Cuba.
(B) Cuba atravessa uma fase de graves problemas econômicos, relacionados, principalmente, com a falta de produtos básicos.
(C) Cuba mantém a sua economia fechada para os investimentos privados de países capitalistas.
(D) os Estados Unidos suspenderam o bloqueio econômico sobre Cuba, em decorrência do fim da Guerra Fria.
(E) Cuba tem a sua economia aberta para os investimentos privados de países capitalistas.

08. (FATEC) Em 25 de agosto de 1961, quando da renúncia de Jânio Quadros, os ministros militares acharam conveniente à segurança nacional a posse do então vice-presidente João Goulart, que se encontrava, na época, no estrangeiro. Temendo o surgimento de uma guerra civil ou de um golpe militar, o Congresso, para contornar essa crise, resolveu aprovar um Ato Adicional à Constituição de 1946, com o intuito de diminuir os poderes do novo presidente. Através desse Ato Adicional

(A) implantou-se o sistema parlamentarista de governo.
(B) admitiu-se a pena de morte para os casos de subversão.
(C) surgiu a Revolução de 1964.
(D) o Congresso entrou em recesso e estabeleceu o Ato Institucional n° 5.
(E) o vice-presidente não seria mais considerado presidente do Congresso Nacional.

09. (MACKENZIE) O presidente acusava as misteriosas "forças ocultas" como responsáveis pelo seu ato. Hoje, há poucas dúvidas de que a renúncia fazia parte de uma estratégia golpista. Minoritário no Congresso, criticado duramente por Carlos Lacerda, o presidente esperava voltar nos braços do povo, fato que não se confirmou.

Através, identifique o acontecimento histórico em questão.

(A) Suicídio do presidente Getúlio Vargas.
(B) Impeachment do presidente Collor de Mello.
(C) Queda do governo Goulart.
(D) Deposição de Carlos Luz.
(E) Renúncia de Jânio Quadros.

10. (UFPE) Sobre o governo do presidente Jânio Quadros, identifique a afirmação incorreta.

(A) Sua renúncia gerou uma crise política, assumindo a Presidência da República o presidente da Câmara dos Deputados, Ranieri Mazzilli.
(B) Afonso Arinos, então ministro das Relações Exteriores, procurou estabelecer uma política externa independente dos Estados Unidos.
(C) Sua política externa buscou um relacionamento mais intenso com os países socialistas.
(D) Durante seu governo foram estabelecidas as relações diplomáticas com a União Soviética.
(E) Sua política externa de governo foi totalmente apoiada pelo governo dos Estados Unidos da América.



Mais simulados de Historia

Comentários

Siga-nos:

Confira no Passeiweb

  • O primeiro voo do Homem no espaço

    Em 12 de abril de 1961 o homem decolava, pela primeira vez, rumo ao espaço. Em 2011, no aniversário de 50 anos deste fato, ocorreram comemorações no mundo inteiro e, principalmente, na Rússia.
  • Tsunami

    Tsunami significa "onda gigante", em japonês. Os tsunamis são um tipo especial de onda oceânica, gerada por distúrbios sísmicos.
 

Instituições em Destaque

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo:
 
 
 
-

Notícias e Dicas - Vestibular

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas do Vestibular e dicas de estudo: