dcsimg

Federal de Santa Maria aprova sistema de cotas



A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM ), no Rio Grande do Sul, destinará 10% de suas vagas para estudantes afro-brasileiros, 20% para egressos de escolas públicas e 5% para portadores de necessidades especiais a partir do vestibular 2008.

A medida foi decidida nesta sexta-feira (13) pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), que aprovou o Programa de Ações Afirmativas de Inclusão Racial e Social da instituição depois de cinco horas de reunião.

Os 37 conselheiros presentes à votação foram unânimes ao admitir que a universidade deveria implantar ações afirmativas e cotas sociais. Mas divergiram em relação ao documento apresentado pela Pró-Reitoria de Graduação com base numa série de debates iniciada no ano passado.

Um grupo que defendia a apreciação por itens, com direito à apresentação de destaques, acabou vencido pela maioria, que preferia aprovar ou rejeitar a íntegra do texto. Levado à votação, o projeto passou por um placar apertado: 19 a 18.

Os candidatos que se declararem afro-brasileiros terão direito ao aumento progressivo de cotas, de 10% em 2008 a 15% em 2013. Segundo a resolução da universidade, serão considerados afro-brasileiros, os candidatos que se enquadrarem como pretos e pardos, conforme classificação adotada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número de vagas suplementares, a serem criadas para os índios, aumentará de cinco em 2008 para oito em 2009 e 2010 e dez nos anos subseqüentes. A demanda das comunidades indígenas será apresentada anualmente pela Fundação Nacional do Índio (Funai) à universidade.

No próximo vestibular, em janeiro, a UFSM oferecerá 1.978 vagas em 37 cursos.

Recentemente, as universidades federais do Rio Grande do Sul (UFRGS) e de Santa Catarina (UFSC) também aprovaram a política de reserva de vagas em seus vestibulares.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: