dcsimg

Para fugir da crise, universidades particulares oferecem bolsas de até 100%


Numa tentativa de combater a inadimplência e a concorrência crescente no ensino superior privado do país, universidades particulares chegam a oferecer bolsas a mais da metade de seus alunos. Há todo tipo de desconto nas mensalidades: bolsa-idade, bolsa-mérito, bolsa para funcionários de empresas parceiras - sem contar os benefícios oferecidos pelo próprio governo a estudantes de baixa renda. Os abatimentos variam de 10% até 100%.

“Tornou-se uma necessidade oferecer bolsas para não perder alunos”, diz o presidente do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado de São Paulo (Semes), Hermes Figueiredo. As instituições particulares enfrentam uma crise atualmente, com fechamento de universidades e tentativa desesperada de captar mais alunos em um mercado que já parece saturado.

Além disso, as instituições precisam atender estudantes das classes C e D, que nos últimos anos tornaram-se uma parcela cada vez maior desse mercado. Segundo números do Ministério da Educação (MEC), 27,5% dos alunos de ensino superior privado no país têm renda familiar de até três salários mínimos.

Pelos números do MEC, existem 306 mil estudantes beneficiados pelo ProUni, programa do governo que atende alunos de baixa renda e estudantes de escolas públicas. Eles recebem a bolsa e a instituição fica isenta de pagar impostos. A universidade pode oferecer até uma bolsa para cada 10 alunos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: