dcsimg

MEC divulga 89 cursos de direito com baixo desempenho


O ministro da Educação, Fernando Haddad, divulgou a lista das instituições que oferecem cursos de direito com baixo desempenho. No cruzamento das notas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), 37 instituições registraram conceito inferior a 3 e índice de aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) inferior a 10% do total de inscritos de cada curso.

Veja a lista dos 89 cursos

Além destas 37 instituições, outras 52 também tiveram desempenho abaixo do indicador 3 nos conceitos do Enade e IDD. As 89 instituições de ensino superior receberão um comunicado do Ministério da Educação (MEC) cobrando justificativas para o baixo desempenho dos cursos. Elas terão prazo de dez dias para justificar os resultados e especificar as medidas e providências que se propõem a adotar para superar as deficiências. Caso a Secretaria de Educação Superior do MEC considere insuficientes as medidas propostas, poderá instaurar processo administrativo.

Segundo a Secretaria de Ensino Superior do MEC, o Brasil tem 1.068 cursos direitos e 509 foram avaliados no Enade.

Novos critérios de avaliação

O MEC publicou no Diário Oficial da União dessa quarta-feira a portaria nº 927/07 que traz novo instrumento de avaliação para autorização de cursos de graduação em direito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Conforme o documento, foram estabelecidas três categorias principais de avaliação: organização didático-pedagógica (30 pontos); corpo docente, corpo discente e corpo técnico-administrativo (30 pontos); e instalações físicas (40 pontos).


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: