dcsimg

Instituição admite que Inclusp pode não atingir metas no vestibular 2008


No segundo ano de vigência do Programa de Inclusão Social (Inclusp) da Universidade de São Paulo (USP), a Pró-Reitoria de Graduação da universidade admite que a meta de atingir um percentual de 30% de alunos de escolas públicas entre os aprovados no vestibular pode não ser alcançada.

No vestibular 2007, primeiro ano do Inclusp, a meta não foi atingida. As simulações feitas pela pró-reitoria em 2006 previam 600 estudantes a mais de escolas públicas entre os convocados na primeira chamada do processo seletivo de 2007. No entanto o aumento foi de 304 calouros nessas condições, o que representa um crescimento de 10,1% em relação a 2006.

A suspeita de que mais uma vez os objetivos do Inclusp não serão alcançados surgiu porque o número de estudantes de escolas públicas inscritos no vestibular 2008 caiu em relação ao vestibular passado, quando o Inclusp entrou em vigor. No processo seletivo do ano passado, 50.429 inscritos (excluindo o treineiros) fizeram o ensino médio em escolas públicas e neste ano, 45.857. O número de alunos de escolas públicas convocados para a segunda fase do vestibular também oscilou para baixo.

Segundo os dados estatísticos da Fuvest , divulgados na última semana, neste ano, 10.046 estudantes de escolas públicas foram convocados para a segunda fase (sem contar os treineiros), o que representa 29,3% do total. Em 2006, 10.318 estudantes de escolas públicas foram para a segunda fase (sem contar os treineiros), o que representa 30,3% do total.

Questionado sobre os motivos de o número de inscritos ter caído mesmo com a intensa divulgação do Inclusp - incluindo o programa jovens embaixadores -, o professor Quirino Augusto de Camargo Carmello, pró-reitor de Graduação substituto, disse que as inscrições dependem de um conjunto de fatores externos, "entre as quais se destacam a expansão de vagas nas universidades federais e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que dividiram com a USP a atenção dos potenciais alunos Inclusp".

Carmello admitiu que os objetivos do Inclusp podem não ser concretizados: "esta Pró-Reitoria de Graduação reitera que o objetivo do Inclusp permanece o de aumentar o número de ingressantes oriundos da escola pública, porém, o percentual é função do número de inscritos nessa categoria e de seu desempenho no vestibular, o que depende de fatores externos, e que mesmo com os esforços realizados pela USP nesse sentido, pode não ser concretizado".

O que é o Inclusp

Preocupada com a inserção social, a USP lançou o Inclusp, que entre suas medidas dá 3% de bônus nas provas da primeira e da segunda fase para os vestibulandos que cursaram o ensino médio integralmente em escolas públicas estaduais, federais ou municipais. O objetivo era aumentar a participação desses estudantes dentro de uma universidade pública, assegurando o mérito acadêmico.

Outra medida prevista, segundo o professor Carmello, é a implantação da Avaliação Seriada a ser iniciada em 2008. "Essa iniciativa deve ampliar a presença da USP nas escolas públicas do Estado de São Paulo, consolidando-a como alternativa possível para a progressão desses alunos nos estudos", disse o professor.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: