dcsimg

Catorze cursos com piores notas no Provão e no Enade desde 1996 continuam abertos


Funcionam no país 14 cursos de graduação que foram reprovados em todas as edições do antigo Provão e no teste que o substituiu, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Isso significa mau desempenho por oito anos seguidos no Provão, de 1996 a 2003, e um novo fracasso no Enade, que é aplicado desde 2004, avaliando cursos de áreas diferentes a cada ano. Ao todo, portanto, foram nove reprovações. Dos 14 cursos com as piores notas, nove são de direito, três de administração e dois de engenharia civil. Sete ficam no Rio. À exceção de uma faculdade municipal em Goiás, as demais são privadas.

A lista foi elaborada pelo Jornal O Globo a partir dos resultados do Provão e do Enade divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Só foram considerados cursos reprovados em todos os exames. Assim, a lista se limita às áreas de administração, direito e engenharia civil, as únicas avaliadas desde a estréia do Provão, em 1996.

Confira aqui a lista dos 14 cursos com piores notas no Provão e no Enade desde 1996 que continuam abertos:

Administração
Centro de Estudos Superiores de Maceió (AL)
Faculdade de Ciências Contábeis de Itapetininga (SP)
Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas (MT)

Direito
Centro Universitário Augusto Motta - Unisuam (RJ)
Centro Universitário Moacyr Sreder Bastos (RJ)
Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas (RJ)
Faculdades Integradas Bennett (RJ)
Universidade Gama Filho (RJ)
Universidade Santa Úrsula (RJ)
Faculdade de Educação e Ciências Humanas de Anicuns (GO)
Centro Universitário Metropolitano de São Paulo (SP)
Universidade Guarulhos (SP)

Engenharia civil
Centro Universitário Geraldo di Biase (RJ)
Universidade Católica de Pernambuco (PE)


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: