dcsimg

2ª fase: estudantes acham prova fácil; redação aborda a web


Muitos candidatos que deixaram as salas da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), um dos 39 locais de prova do vestibular da Fuvest, consideraram a prova de português fácil, embora alguns tenham achado o tema da redação um tanto vago. No primeiro dia, além de responder 10 questões dissertativas, os vestibulandos tiveram de escrever um texto que teve a Internet como tema central.

> Confira a prova

Segundo os estudantes, o tema versou sobre a quantidade de informação veiculada na rede mundial de computadores e sobre a capacidade de filtrar informações relevantes e verdadeiras. Para isso, três textos foram apresentados aos vestibulandos. O treineiro Rafael Batista Carmo, 17 anos, diz ter achado o tema um pouco vago, e teve dificuldades de produzir o texto.

Rafael, um dos 784 vestibulandos que realizam as provas na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), ainda está em dúvida sobre qual das engenharias (Elétrica, Mecânica ou Mecatrônica) irá tentar no ano que vem, mas tem certeza de que não precisará de cursinho pré-vestibular. "Acho que a escola seja suficiente para um bom desempenho", disse.

Prova fácil

Para Luciana Cardoso pinto, 22 anos, que tenta uma vaga no curso de Pedagogia, as questões de português estavam fáceis. Ela diz se complicou um pouco apenas nas perguntas de literatura, pois não estudou o suficiente.

Na mesma situação está o vestibulando Victor Nascimento, 18 anos, que tenta uma vaga em Engenharia Mecânica. O estudante, que está fazendo seu terceiro vestibular na Fuvest, diz que se atrapallhou um pouco ao responder as questões sobre Fernando Pessoa, e os livros Iracema e Dom Casmurro.

Espera

Poucos acompanhantes ficaram no pátio da Escola Politécnica aguardando os vestibulandos durante o período de provas. As poucas pessoas que esperavam dividiram o tempo entre música, leitura ou mesmo um bate papo com outros pais. No geral, o movimento foi fraco.

A dona-de-casa Miriam Ribeiro, 45 anos, era uma das pessoas que aguardavam. Sua filha, Lis Sanieli, 18 anos, está tentando uma vaga no curso de Arquitetura. Ela conta que as duas estavam bastante ansiosas, pois as provas marcam o fim de um ano inteiro de estudos.

Provas

O vestibular segue hoje, 06/01, com as provas de história ou química. Na terça é a vez de geografia ou biologia, na quarta, física, e na quinta, matemática. Cada prova é composta por 10 questões de mesmo valor. Essa prova vale 40 ou 80 pontos, dependendo da carreira.

A redação corresponde à metade dos pontos possíveis. O número de pontos na segunda fase varia de acordo com a carreira, valendo no máximo 160 pontos. As provas da segunda fase e seus pesos são determinados pelas Escolas responsáveis pelos cursos.

Na segunda fase, dos 37.334 candidatos, 34.338 disputam 10.302 vagas (10.202 da USP e 100 da Medicina da Santa Casa) e 2.996 fazem as provas como treineiros, segundo informações retificadas pela assessoria da Fuvest.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: