dcsimg

Aluno do ensino médio poderá fazer curso teórico de carteira de motorista na escola


O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) determinou que os alunos do ensino médio poderão fazer o curso teórico para obter carteira de motorista em suas próprias escolas como atividade extracurricular. A resolução, publicada em 14/02/2008, estabelece que os cursos devem ter 90 horas-aula (distribuídas por todo o colegial ou só nos últimos dois anos).

Os alunos com freqüência de ao menos 75% (67 horas e meia) receberão o certificado. A carga horária é mais de duas vezes maior do que o curso das auto-escolas (30 horas).

Segundo o conselho, a intenção é conscientizar os jovens tanto como motoristas quanto como pedestres ou ciclistas.

Com o certificado, o estudante faz a prova convencional para obter a carteira. Reprovado, ele terá de fazer o curso na auto-escola. A escola terá de pedir autorização ao órgão de trânsito de seu Estado (o Detran) e manter um instrutor.

Para a Federação Nacional das Auto Escolas e Centro de Formação de Condutores, educação no trânsito não deveria substituir o curso. "O aluno se forma no ensino médio aos 16, 17 anos, mas só pode tirar a carteira aos 18. Como ele vai ficar até dois anos sem contato com a teoria até a prova escrita?", disse o presidente da federação, Magnelson Carlos de Souza.

Souza diz que não há previsão legal para que escolas ofereçam o certificado e que na semana que vem a entidade definirá uma medida a ser tomada.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: