dcsimg

Confira a 2ª chamada


O Programa Universidade Para Todos (ProUni ) liberou a consulta aos candidatos pré-selecionados em segunda chamada para receber bolsas de estudo no primeiro semestre de 2008. Foram convocados 42.557 candidatos. Clique no link abaixo para consultar os classificados (é necessário informar o número da inscrição do Enem 2007 ou CPF do candidato): > 2ª chamada do ProUni

Os alunos precisam procurar as instituições de ensino superior em que se inscreveram e confirmar os dados informados na ficha de inscrição até o dia 27 de fevereiro. A confirmação da inscrição é condição fundamental para o estudante garantir a bolsa do ProUni.

Entre os documentos obrigatórios que o pré-selecionado deve apresentar à instituição estão comprovante de renda familiar, por pessoa, de um salário mínimo e meio (R$ 570) para a bolsa integral e de até dois salários mínimos por pessoa (R$ 1.140) para a de 50% da mensalidade.

O candidato deve ainda cumprir uma das condições estabelecidas: ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, com bolsa integral, em escola particular; ser portador de deficiência; ser professor concursado da rede pública de educação básica, em efetivo exercício, e concorrer à vaga em curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, não precisa comprovar renda familiar.

O MEC ainda não divulgou quantos candidatos foram convocados nessa segunda chamada. Na primeira chamada, divulgada no dia 19 de dezembro, foram pré-selecionados 101.997 candidatos.

Segundo o MEC, as vagas que não forem preenchidas pelos estudantes que foram convocados poderão ser disponibilizadas novamente em uma terceira chamada, no dia 4 de março.

Candidatos e vagas

No total, 855.734 alunos concorreram às 106.048 bolsas oferecidas pelo MEC em parceria com 1.416 instituições de ensino superior.

No início de dezembro, o MEC havia divulgado que seriam oferecidos 105.953 benefícios. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Ensino Superior (SeSu), o número subiu depois da finalização da adesão das instituições de ensino superior.

Entre os inscritos, São Paulo registrou o maior número de candidatos (213.724), seguido por Minas Gerais (121.075), Bahia (81.781) e Rio Grande do Sul (64.814). No processo seletivo, 17 estados tiveram preenchimento de 100% das vagas oferecidas.

A nota média dos candidatos teve aumento de 15% em relação ao processo seletivo do primeiro semestre deste ano - de 62,73% para 71,73%. Para a coordenadora do ProUni, Paula Mello, o aumento da nota demonstra que os bolsistas estão contribuindo para a qualificação da educação superior.

Procura

Em comparação com o primeiro processo seletivo de 2007 - que recebeu 483.266 inscrições -, a procura pelas bolsas do ProUni aumentou em 60%. Dados da SeSu, indicam que, até o momento, o período em que o ProUni registrou maior procura proporcional foi no primeiro semestre de 2006, quando o programa recebeu 793.436 inscrições para 91.609 bolsas.

Até essa data, de acordo com a SESu, não era exigida nota mínima de 45 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para realizar a inscrição.

O aumento na procura contrasta com a queda no número de benefícios. O número de bolsas de estudos oferecidas no caiu no primeiro semestre de 2008, quando comparado ao número oferecido para o mesmo período de 2007: 108.642.

De acordo com a assessoria de imprensa da Sesu, a flutuação do número de bolsas ofertadas depende das instituições particulares que se cadastram no programa. As bolsas para o primeiro semestre de 2008 são oferecidas em 1.416 instituições de ensino superior. No primeiro semestre de 2007, 1.427 instituições participaram do programa.

O programa

O ProUni é um programa do Governo federal que oferece bolsas integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas. As bolsas integrais são para estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 570). As parciais, de 50% da mensalidade, são para estudantes com renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos (R$ 1.140). O ProUni também oferece bolsas de 25% para estudantes com renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos para cursos com mensalidade de até R$ 200.

Só pode se candidatar, o estudante que participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2007 e obteve nota mínima de 45 pontos (média aritmética entre as provas de redação e conhecimentos gerais). Os resultados do Enem são usados como critério para a distribuição das bolsas de estudos. Assim, os estudantes que alcançam as melhores notas no exame têm maiores chances de escolher o curso e a instituição em que estudarão.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: