dcsimg

Sociologia e filosofia podem ser obrigatórias no ensino médio


A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou, nesta terça-feira (6), o projeto 4/08 de modificação da LDB (Lei de Diretrizes e Bases), que propõe incluir obrigatoriamente as disciplinas de sociologia e filosofia no currículo do ensino médio. A matéria, de autoria do senador Valter Pereira (PMDB-MS), segue para votação no Senado com pedido de urgência.

Na avaliação da senadora Ideli Salvatti (PT-SC), a inclusão de sociologia e filosofia no currículo do ensino médio é importante "para dar uma formação mais completa e humanista ao jovem". As disciplinas estavam há 37 anos excluídas dos currículos pelo regime militar.

Durante a reunião da comissão, que vota ainda hoje mais de 20 outros pontos, representantes do CFP (Conselho Federal de Psicologia) pediram também a inclusão de psicologia como disciplina obrigatória no ensino médio.

Salvatti ponderou com os representantes dos psicólogos que essa alteração poderia atrasar a agenda de votação. Eles chegaram ao consenso de que era mais conveniente a aprovação das duas disciplinas.

A representante do CFP Yvone Duarte defende a inclusão de psicologia no currículo do ensino médio com os mesmos argumentos utilizados para a inclusão de sociologia e filosofia: "[a psicologia e os psicólogos] também fomos excluídos durante a ditatura e quanto mais disciplinas [houver] melhora a formação dos jovens".

Na reunião, estavam presentes também integrantes do Sinsesp (Sindicato dos Sociólogos de São Paulo).


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: