dcsimg

Reitor anuncia mudanças nos Programas de Ingresso


Reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), professor Henrique Duque, o Pró-reitor de Graduação, professor Eduardo Magrone e o Coordenador de Graduação, professor Wilhelm Passarela Freire, anunciaram mudanças no programa de ingresso – Vestibular e PISM.

As novidades foram apresentadas em reunião aos representantes de escolas públicas e particulares e cursinhos pré-vestibulares. No início da tarde, foi concedida uma coletiva aos veículos de comunicação.

O Conselho Setorial de Graduação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CONGRAD/UFJF) aprovou a proposta de alteração do modelo dos seus Programas de Ingresso – Vestibular e Programa de Ingresso Seletivo Misto (PISM). As mudanças começam a vigorar a partir do próximo concurso, ou seja, Vestibular 2010 e PISM. Os Programas de Ingresso da UFJF já vinham sendo discutidos há cerca de dois anos por professores da Faculdade de Engenharia e do Instituto de Ciências Exatas (ICE). A Administração Superior da UFJF, com o objetivo de ampliar o debate interno sobre o tema, solicitou ao Pró-Reitor de Graduação, professor Eduardo Magrone, que levasse ao CONGRAD a proposta de constituição de uma comissão para sugerir um novo modelo que levasse em consideração, principalmente, a questão acadêmica, mas que gerasse menores custos e desgastes para os candidatos.

Criada em abril de 2008, a Comissão realizou várias reuniões com as comunidades das áreas de exatas, saúde, humanas e sociais aplicadas com o objetivo de coletar sugestões e propostas para adoção de um novo modelo. No dia 25 de novembro de 2008, o CONGRAD aprovou o novo modelo dos programas de ingresso a ser adotado pela UFJF.

De acordo com o novo Modelo, o Concurso Vestibular, que continuará sendo realizado em duas etapas, terá a primeira etapa constituída de uma única prova, idêntica para todos os candidatos, com 50 questões objetivas, distribuídas da seguinte forma: 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões de Literatura, 5 questões de Geografia, 5 questões de História, 5 questões de Física, 5 questões de Química e 5 questões de Biologia.

A segunda etapa será constituída de duas provas discursivas com 10 questões cada, aplicadas em dois dias distintos, de acordo com a área de escolha do candidato.

Além dessas mudanças, a nota da primeira etapa que, no antigo modelo, era descartada, agora passa a ter peso de 30% no resultado final do candidato. A nota da segunda etapa fica com peso de 70%. Com isso, todos os candidatos ficam obrigados a prestar a prova da primeira etapa. Outra mudança ocorreu no número de candidatos que irão para a segunda etapa. A relação candidato/vaga que, no antigo modelo, era quatro candidatos por vaga, agora, no novo modelo, passa a ser de três candidatos por vaga. De acordo com o Coordenador de Graduação, Professor Wilhelm Passarella Freire, estudos mostraram que, se nos últimos quatro Vestibulares da UFJF, a relação fosse essa última, a mudança na lista de aprovados seria insignificante.

No caso do PISM I e PISM II as mudanças são mínimas. Houve apenas um rearranjo das questões com o objetivo de reduzir o número de dias de quatro para três dias de provas ficando as mesmas assim distribuídas: no primeiro dia será aplicada uma prova objetiva com 5 questões de Língua Portuguesa, 5 questões de Matemática, 5 questões de Literatura, 5 questões de Geografia, 5 questões de História, 5 questões de Física, 5 questões de Química e 5 questões de Biologia, totalizando 40 questões. No segundo dia, o aluno fará uma prova com 8 questões discursivas, sendo 2 questões de Língua Portuguesa, 2 questões de Matemática, 2 questões de Química e 2 questões de Geografia e, no terceiro dia, uma prova com 8 questões também discursivas sendo 2 questões de Literatura, 2 questões de Física, 2 questões de Biologia e 2 questões de História.

Já no PISM III, a mudança foi um pouco maior. Embora também aplicado em três dias, uma vez que, ao se inscrever no PISM III, o candidato deve optar por um dos cursos da UFJF, o modelo procurou incorporar no PISM III a metodologia usada no novo Vestibular, sem, entretanto, perder a característica do ingresso seriado. Desta forma, no caso do PISM III, no primeiro dia, o candidato fará prova também com 40 questões objetivas sendo 5 questões de Língua Portuguesa, 5 questões de Matemática, 5 questões de Literatura, 5 questões de Geografia, 5 questões de História, 5 questões de Física, 5 questões de Química e 5 questões de Biologia. Nos segundo e terceiro dias, o candidato fará uma prova discursiva com 10 questões de acordo com a área de escolha do candidato.

O cálculo da nota final do candidato também sofreu alteração. A partir de 2010, a nota Final do PISM será calculada pela seguinte expressão: Nota Final = Nota PISM I x 0,20 + Nota PISM II x 0,30 + Nota PISM III x 0,50.

Vale destacar que as Provas de Habilidades Específicas, previstas para os Cursos de Arquitetura e Música, ficam mantidas.

A exemplo do que já ocorreu em 2009, todas as etapas do Vestibular e as provas do PISM serão realizadas em dezembro.

Mais informações: (32) 2102-3967 ou www.ufjf.br


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: