dcsimg

Mudança no ENEM já valerá a partir deste ano


O Ministério da Educação anunciou nesta segunda-feira (6) que a mudança no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai valer a partir deste ano. O Enem passará a ter 200 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. Atualmente, o Enem tem 63 questões e uma redação.

No novo formato, as questões seriam divididas em quatro grupos: linguagens (incluindo português, inglês e a redação), matemática, ciências humanas e ciências da natureza.

O ministério quer que o exame seja usado pelas universidades federais no lugar do vestibular tradicional. O aluno poderia se candidatar a cursos em até cinco universidades. Os reitores informaram que vão decidir, até o fim deste mês, se aceitam as mudanças.

O ministro disse ainda que os candidatos do novo vestibular permitirá uma concorrência nacional por todas as vagas ofertadas pelas instituições que aderirem ao novo sistema.

Segundo o modelo proposto, após receber o resultado da sua prova no Enem o aluno poderá listar até cinco cursos, nas instituições de sua preferência (também limitado a cinco) e concorrer com os demais candidatos do país.

A nota de corte dos cursos será determinada por essa concorrência entre os alunos. Ou seja, se mais alunos com notas altas concorrerem a um determinado curso a nota de corte será mais alta. O aluno poderá mudar suas opções até o penúltimo dia do anúncio do resultado pela instituição.

Se o aluno perceber que o curso escolhido como a primeira opção está com a nota de corte superior à sua avaliação no Enem, pode optar pelas demais opções da sua lista inicial ou modificar a primeira lista escolhendo novos cursos e novas instituições até o penúltimo dia da data marcada para o anúncio do resultado. Todas as opções serão colhidas pelo MEC por meio de um sistema digital. Essa lista elaborada pelos alunos não terá nenhuma restrição.

“Não tem número definido ainda, mas hipótese mais provável é que aluno possa se inscrever em até cinco cursos de instituições distintas. Ele só escolhe a lista depois de saber o seu resultado no Enem”, explicou o ministro.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: