dcsimg

Definido como serão as provas específicas da 2ª fase para 2010


O Conselho de Graduação da USP (Universidade de São Paulo) aprovou quais serão as disciplinas específicas cobradas na segunda fase a partir de 2010.

Com as mudanças anunciadas, as disciplinas específicas variam de acordo com a carreira pretendida, com ênfase em exatas, biológicas ou humanas. As provas serão aplicadas no terceiro dia da segunda fase.

O conteúdo das provas foi definido pelas unidades da USP. As notas das provas da segunda fase terão o mesmo peso, valendo 100 pontos cada uma, com questões de igual valor, exceto a primeira, em que a redação valerá 50 pontos.

O manual do candidato está previsto para ser divulgado a partir do dia 3 de agosto.

  COMO ERA COMO FICA
1ª FASE Eliminava e dava pontos para a classificação final dos candidatos. Só elimina quem não atinge a nota de corte. Não rende pontos na classificação.
2ª FASE Avaliava apenas as disciplinas específicas de cada curso. Cada candidato tinha até quatro dias de exame. Todos os vestibulandos realizavam a prova de português no primeiro dia. O número de pontos na segunda fase variava de acordo com a carreira, com total máximo de 160 pontos. Será restrita a três dias. O primeiro continua igual. No segundo dia, haverá uma prova com 20 questões de química, biologia, matemática, física, geografia e história. No último dia é a vez das questões específicas - 12 perguntas de até três matérias escolhidas por curso.

Habilidades específicas

Os candidatos às carreiras de artes plásticas e música serão submetidos a um conjunto de provas de habilidades específicas, de caráter eliminatório, antes da primeira fase.

Já aqueles que concorrerem às carreiras de artes cênicas, arquitetura, curso superior do audiovisual e design, terão provas de habilidades de caráter classificatório e realizadas na segunda fase do vestibular, no quarto dia de exames. Ao conjunto das provas específicas será atribuído o máximo de 100 pontos.

Mudanças no vestibular

A USP aprovou em abril as mudanças para o processo seletivo. O novo formato de vestibular manterá a primeira fase com 90 questões - mas as provas da segunda fase foram alteradas.

A primeira fase também passou a ser eliminatória - ou seja, a nota não conta mais no final do processo seletivo para classificar os estudantes. Apenas elimina quem não tiver desempenho suficiente para chegar à etapa final.

A segunda fase do vestibular vai avaliar todas as matérias do ensino médio. Até a Fuvest 2009, só disciplinas relacionadas ao curso pretendido eram alvo de exames.

No primeiro dia da segunda fase, o candidato resolverá uma prova de português com dez questões discursivas, mais uma redação. No segundo dia, será a vez de 20 perguntas de biologia, química, física, matemática, história, geografia e inglês. Já o terceiro dia terá 12 questões que variam conforme o curso.

Contextualização

A USP também pretende incluir questões contextualizadas na segunda fase, que abarquem conhecimentos de mais de uma disciplina - as chamadas perguntas interdisciplinares. De acordo com a proposta da instituição, uma maneira de se cobrar o conteúdo de maneira integrada é fazendo enunciados que exijam a resolução de problemas.

Enem

A utilização da nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será mantida, para ajudar o vestibulando quando for o caso. Quem tiver uma boa média, poderá aproveitá-la em até 20% do total de pontos da primeira fase.

Como a primeira fase será descartada na classificação final, a nota do Enem passa a ajudar só para chegar até a etapa decisiva. Na hora de conseguir a vaga mesmo, na segunda fase, o Enem não renderá pontos.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: