dcsimg

Vestibular não terá mais nota de corte


A primeira fase do vestibular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) será o Exame Nacional de Ensino Médio. O ponto de corte será extinto. Os candidatos que fizerem o Enem e se inscreverem para o vestibular da UFPE passarão automaticamente para a segunda etapa, mas terão que fazer inscrições separadas. A segunda etapa continuará sendo realizada pela Comissão do Vestibular (Covest), e acontecerá dias 20 e 21 de dezembro, com o mesmo modelo de questões dos concursos anteriores.

O vestibulando fará a redação e responderá a 180 questões em dois dias, na 1ª etapa, que não terá prova de língua estrangeira. A Covest aplicará teste de inglês ou espanhol na 2ª fase, com nível de dificuldade de primeira etapa. Na fase final, feras responderão a duas questões discursivas de português e mais três provas de disciplinas específicas, de acordo com o curso desejado.

O Ministério da Educação divulgará, no início de dezembro, as notas de cada uma das quatro avaliações (ciências humanas, ciências da natureza, linguagem e matemática). Para calcular a média na 1ª fase, a Covest aplicará peso diferente para cada área. A maior mudança é em matemática, que passa a valer 15% da média final da 1ª etapa (antes era 8,33%).

Até o último vestibular, a nota da 1ª fase era a média aritmética das três partes do peneirão. Cada grupo de testes valia 33,3% da nota final (português e literatura formavam uma nota; história, geografia e língua estrangeira outra; biologia, física, matemática e química compunham a terceira). A nova distribuição de pontos ficou assim: português vale 30%; matemática, 15%; ciências humanas (história e geografia), 22,5% e ciências da natureza (química, física e biologia), 22,5%. Os 10% restantes referem-se à avaliação de língua estrangeira.

GRATUIDADE - A Covest ainda não definiu o período de inscrições do vestibular. Mas está acertado que ficarão isentos do pagamento da taxa de inscrição alunos de escolas públicas que estejam concluindo este ano o 3º ano do ensino médio. Eles terão que dispor do Número de Identificação Social (NIS), concedido pelo governo federal. Para obter o NIS, o vestibulando deve se dirigir à prefeitura da cidade onde mora e solicitá-lo.

A UFPE é a instituição pública mais concorrida do Estado de Pernambuco. Na seleção do ano passado, foram quase 40 mil candidatos disputando 5.996 vagas em 84 cursos. Para o vestibular deste ano, haverá mais vagas com a implantação dos novos cursos (engenharia de materiais e sistema de informação) e a ampliação de odontologia que terá, pela primeira vez, turma à noite.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: