dcsimg

Para a redação do Enem é fundamental estar por dentro de atualidades


Saber o que está acontecendo no mundo pode ajudar na hora de fazer a redação do E

nem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009. Todas as redações do exame sempre têm foco em atualidades.

Para quem está apreensivo com o Enem, vai uma boa notícia: nada se altera na redação, diferentemente da parte objetiva do exame, que teve o número e o conteúdo das questões ampliados. Segundo afirmou Heliton Ribeiro Tavares, diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável por toda a logística e aplicação da prova, o modelo da redação será igualzinho ao dos anos anteriores. Não mudaram os critérios.

A redação contará como parte da nota da seleção de calouros para universidades e institutos federais.

O QUE DEVE TER UMA BOA REDAÇÃO? COMO SE PREPARAR? DOIS MESES ANTES DA PROVA
A redação deve seguir, primeiramente, a estrutura do texto dissertativo, com a tese, a defesa da tese e a conclusão: escrever dessa maneira já é meio caminho andado. O que os examinadores querem ver é se o estudante consegue colocar suas ideias no papel, com argumentos sólidos, e sem fugir do tema.
Uma bom início para uma redação de sucesso está no rascunho do texto. É muito importante o rascunho, porque nele você tem a liberdade para ler mais uma vez, mudar. Não basta só elencar os argumentos em itens e escrever. É preciso fazer o esboço do texto e só depois escrever a caneta.

Para se preparar para a redação você tem que ter leitura; se não tem, não consegue redigir, porque não terá argumentos. A leitura de ensaístas que tratem de temas como educação, saúde, política, conflitos religiosos e raça, por exemplo, pode ajudar a formar bons argumentos na hora de fazer o texto.
Prestar bastante atenção nas matérias de história, geografia, filosofia e biologia também ajuda o aluno do ensino médio a ter repertório para a redação; assim, ele pode 'fazer a ponte' entre o que é ensinado e o que é pedido no Enem.
Treinar a escrita, tentando elaborar textos a partir de propostas anteriores do Enem ou dos grandes vestibulares, também é muito importante. Em casa, o estudante pode pegar os temas que já foram cobrados, procurar textos relacionados, construir seus argumentos e escrever. Se ele tiver boa vontade, há muito material disponível nas universidades, na internet.

Repertório também é palavra-chave para um bom texto. O conhecimento do código exige aprendizado de longo prazo. Mas para o repertório, quanto mais antenado o candidato estiver, tanto mais 'bala na agulha' para argumentar ele vai ter.
Se você está por fora dos assuntos atuais há uma orientação: durante os próximos dois meses antes da prova, é bom dar uma lida nos jornais. Também vale acompanhar os programas de televisão mais analíticos. O importante ao ler as notícias é estimular o poder de crítica - questionando os argumentos dos entrevistadores e dos textos.


TEMAS DA REDAÇÃO DO ENEM

Tentar adivinhar os temas cobrados na dissertação do Enem não ajuda em nada. O conhecimento prévio do tema pode levar professores a prepararem todos os alunos da mesma maneira. Isso é fatal para a redação, pois ela é feita para avaliar a capacidade de construir um texto próprio e de ter uma reflexão personalizada.

Os temas de dissertação dividem-se em três grandes áreas:

ASSUNTOS QUE TRATAM DO INDIVÍDUO E TEMAS FILOSÓFICOS A RELAÇÃO DO INDIVÍDUO COM A SOCIEDADE A RELAÇÃO DO INDIVÍDUO COM O UNIVERSO BIOFÍSICO
Realização profissional, felicidade, amor, paixão, depressão, estresse.

Política, solidariedade, relações de poder, cotas, preconceito racial. Poluição ambiental, utilização de recursos não-renováveis, preservação do meio ambiente.

Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: