dcsimg

No Enem 2009, em português será cobrada a gramática aplicada


O que será cobrado de língua portuguesa dentro da divisão de "linguagens, códigos e suas tecnologias" no Enem 2009?

O novo exame abordará o assunto da mesma maneira que os grandes vestibulares, como o da Fuvest e o da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas): as questões pedem que o estudante saiba aplicar a gramática em situações concretas.

No Enem, o que é cobrado do jovem que sai do ensino médio não são nomenclaturas gramaticais, mas a capacidade de ler e entender o que é pedido. O simulado divulgado pelo MEC (Ministério da Educação) não mostrou nenhuma novidade em relação a anos anteriores e só confirmou essa tendência. A prova pedia que o estudante tivesse capacidade analítica; ele teria que perceber a relação que existe entre as diversas variedades de texto apresentadas, teria que entender as diferentes visões de mundo que elas veicularamm e teria que ter senso crítico para perceber isso e não se deixar influenciar facilmente.

Esse jeito de cobrar os conhecimentos de português já se reflete no ensino médio: antes você trabalhava com a palavra 'solta'; agora, o aluno analisa a palavra a partir do texto em que ela está inserida. Por isso, quem só estudar gramática vai acabar se frustrando porque o Enem não vai cobrar nomes.

Dicas de estudo

Para se preparar, confira as questões dos exames anteriores do Enem e de vestibulares para verificar o que foi cobrado e, a partir daí, consulte uma gramática, caso precise de auxílio para compreender o que é pedido. O conteúdo do Enem está se aproximando cada vez mais daquele pedido pela Fuvest na primeira fase.

CONFIRA CINCO PONTOS IMPORTANTES COBRADOS NO ENEM
1. COESÃO TEXTUAL Dentro de um texto pode ser pedido conhecimentos de análise sintática, uso dos conectivos, uso de pronomes relativos e de períodos compostos
2. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA O estudante deve ter a percepção de que a língua não é homogênea e que a norma culta é só uma referência; ele deve saber identificar as diferentes formas de falar e saber por que ocorrem.
3. GÊNEROS TEXTUAIS O aluno deve saber quais são os mecanismos gramaticais que predominam em cada tipo de texto, como o jornalísitico, o poético etc.
4. USO DE TEMPOS E MODOS VERBAIS Conhecimento essencial para interpretação de textos no Enem.
5. FIGURAS DE LINGUAGEM São recurso fundamental da língua, o estudante deve perceber os efeitos de sentido de uma metáfora, de uma ironia etc.

Recomenda-se também muita leitura: é primordial, não só de livros didáticos mas de jornais, revistas, sites de informação. Só assim o aluno adquire habilidade de leitura e nível vocabular.

A leitura cobrada no exame pode ir além de textos: o texto iconográfico, como quando o Enem pede para comparar figuras, também é texto: o estudante tem que interpretar as imagens, identificar seu significado. Tudo isso exige treino.

Para todas as matérias

O domínio da língua portuguesa é central para os estudantes pois está por trás dos cinco eixos cognitivos comuns a todas as áreas do Enem 2009; veja quais são (de acordo com as habilidades cobradas pelo exame):

1. Dominar linguagens (DL): dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa.
2. Compreender fenômenos (CF): construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas.
3. Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema.
4. Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente.
5. Elaborar propostas (EP): recorrer aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

O domínio da língua portuguesa é a base para o estudante poder desenvolver as habilidades acima e, a importância da interpretação de texto tende a crescer: boa parte da prova vai ser interpretação.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: