dcsimg

Nova data permite disputa pela Estadual de Londrina


O adiamento do vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) vai permitir o que há pelo menos três anos não era possível para os vestibulandos: participar dos processos seletivos da UFPR e da Universidade Esta­dual de Londrina (UEL) em um mesmo ano.

Como as datas das provas não irão mais coincidir, os candidatos poderão se inscrever nas duas instituições, aumentando as chances de conquistar uma vaga.

A primeira fase do vestibular da UFPR estava marcada para 15 de novembro, mesmo dia da primeira etapa da UEL. No entanto, a Federal alterou a data para não prejudicar os estudantes do Paraná, que perderam duas semanas de aula por causa da gripe A (H1N1). As provas de conhecimentos gerais e de produção de textos serão realizadas, agora, no dia 29 de novembro. Já a segunda fase passou de 5 e 6 de dezembro para 12 e 13 de dezembro.

A mudança foi uma boa notícia para quem já tinha desistido de prestar a prova em Londrina. “Eu sempre pensei em fazer UEL, porque tenho família na cidade e seria uma segunda opção para mim. Tinha desistido, mas agora que as datas mudaram me inscrevi”, conta Júlia Picanço, 19 anos, aluna do curso Dom Bosco, em Curitiba. Ela vai prestar vestibular para design de produtos na UFPR e para design de moda na UEL.

Candidato a uma vaga no curso de agronomia, Ronaldo Ferreira Santos, 19 anos, também decidiu fazer as provas em Londrina depois da mudança no calendário da UFPR. “É mais uma opção”, diz ele, que também estuda no Dom Bosco.

Mas também há quem não tenha gostado das alterações. Aluna do terceiro ano do ensino médio do colégio Ateneu, em Londrina, Lia Nara Gouveia Pitta, 16 anos, acredita que a nova data fará com que a concorrência na UFPR fique ainda maior. “Olhando de forma geral, para quem está em dúvida é bom que as datas não coincidam. É inadmissível que quem estuda em Londrina não possa prestar também a Federal. Mas no meu caso, que iria prestar vestibular só na UFPR, não foi muito bom”, afirma a vestibulanda de direito.

Coincidência

Segundo o coordenador do Núcleo de Concursos da UFPR, Raul Von Der Heyde, não há nenhum acordo entre a Federal e as universidades estaduais do Paraná para que as datas dos vestibulares coincidam. “Procu­ramos sempre fazer o vestibular nas mesmas épocas, ano após ano. Avaliamos que as universidades não fazem concorrência umas com a outras”, afirma.

A coordenadora de processos seletivos da UEL, Elaine Fernandes Mateus, também negou que exista qualquer preocupação em realizar o vestibular no mesmo dia em que outras instituições públicas do estado. Essa, entretanto, não seria a primeira vez que os vestibulares da UEL e da Federal coincidem. Em 2007 e 2008, as provas da segunda fase das duas universidades também caíram no mesmo dia.

De acordo com o coordenador da UFPR, não há como prever se a mudança no calendário provocará o aumento no número de inscritos. Até o dia 15 de setembro, 24,2 mil pessoas haviam se inscrito para o vestibular da universidade (nem todos fizeram o pagamento da taxa).

Para quem fará UEM, alteração é negativa

Se por um lado a mudança nas datas da UFPR foi boa para quem estava de olho na UEL, por outro não agradou os candidatos que planejavam prestar vestibular também para a Universidade Estadual de Maringá (UEM). Com a alteração, a data da segunda fase da Federal coincidirá com a das provas da UEM. “Achei a mudança ruim, porque a UEM é uma universidade muito boa”, afirma Werner Barbosa, vestibulando de engenharia química.

Apesar da alteração, a vestibulanda de medicina Viviane Guarise Vesgerau irá se inscrever tanto na UFPR quanto na UEM. Caso não passe para a segunda fase da UFPR, fará o vestibular de Maringá. Já Werner conta que desistiu da UEM. “Não vou fazer inscrição porque não vale a pena pagar os R$ 90,00 da taxa”, avalia.

O presidente da Comissão Central do Vestibular Unificado da UEM, Emerson Arnaut de Toledo, explica que a data do vestibular não é definida em conjunto com outras universidades. Uma resolução aprovada no ano passado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEM determina que o vestibular de verão comece sempre no segundo domingo de dezembro.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: