dcsimg

Universidade suspende temporariamente inscrição para vestibular


A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) suspendeu temporariamente as inscrições para as provas do vestibular. A decisão foi tomada depois que foi anunciado o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De acordo com a universidade, na sexta-feira (2) será realizada uma reunião sobre a questão.

A UFRJ informou que as inscrições seriam abertas nesta quinta, mas foram suspensas antes do serviço estar disponível no site. Segundo a universidade, o Enem conta como a primeira fase do processo seletivo.

Estudantes do Rio ficaram frustrados

O adiamento das provas do Enem foi muito comentado nas escolas de todo o Brasil. A informação de fraude e de que as provas vazaram deixou muitos alunos frustrados. O adiamento de 45 dias é para todos, mas a notícia não foi bem recebida pelos estudantes no Rio.

De acordo com o coordenador do ensino médio de uma escola particular do Rio, André Menezes, os estudantes devem ficar calmos, uma vez que esse adiamento do exame é geral. "Não tem motivo para ficar preocupado. É importante manter o nível de estudo. Nesse momento é para replanejar, pensar na prova que vem e aguardar a notícia sobre possíveis adiamentos nos vestibulares das universidades públicas", disse o professor.

UFF aguarda resultado

A Universidade Federal Fluminense (UFF) divulgou uma nota, na tarde desta quinta-feira, informando que os candidatos inscritos no vestibular 2010 da instituição não serão prejudicados pelo cancelamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nota diz que a UFF “aguarda com tranquilidade” o posicionamento do Ministério da Educação (MEC) sobre um novo calendário.

Segundo a reitora da UniRio, Malvina Tuttman, a universidade vai continuar esperando e apostando no novo Enem. "Esse exame é importante para o processo de democratização do acesso às universidades. A UniRio vai adotar o Enem como fase única", disse.

Mudanças na prova

O ano foi de surpresas para os estudantes que estão concluindo o ensino médio. Primeiro as mudanças na prova, que passou a ser classificatória para muitos vestibulares, agora o adiamento que para alguns significa mais tempo de preparo e também um descanso.

A decisão de adiar o Enem foi tomada pelo ministro da Educação Fernando Haddad, na madrugada desta quinta-feira (1), após ter sido alertado de que o conteúdo das provas, que seriam realizadas no sábado e no domingo, havia vazado. O ministro consultou os técnicos do Inep, instituto responsável pelo exame, e eles constataram que as questões não eram mais sigilosas.

A suspeita surgiu depois de uma denúncia recebida pelo Jornal O Estado de São Paulo. O MEC tem outra versão da prova pronta para substituir a que foi cancelada.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: