dcsimg

MEC anula questão da prova de Linguagens do Enem


O Ministério da Educação (MEC) anulou uma das 180 questões que compuseram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicado neste fim de semana para 2,5 milhões de inscritos.

É a questão de número 101 no cadernos 5, 7 e 8 e de número 102 no caderno 6. Trata-se de um exercício relativo a uma charge, que avalia o uso da norma padrão da língua portuguesa.

Segundo o professor Miguel Castro Cerezo, do Sistema COC de Ensino, a questão foi anulada porque tanto a alternativa B quanto a C estão corretas. "As duas alternativas apresentam frase de acordo com a norma padrão da língua portuguesa", afirmou.

Na noite de domingo, conforme o previsto, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeir (Inep) divulgou o gabarito das provas do Enem. Um erro técnico, no entanto, teria causado mistura de respostas entre os quatro modelos de provas, gerando gabaritos com informações equivocadas.

Abstenções

O Enem 2009 registrou 4,1 milhões isncritos. Ao término das provas de domingo, foi contabilizada a participação de somente 2,5 milhões - uma abstenção na casa dos 40%, percentual recorde na aplicação do exame.

Segundo o presidente do Inep, Reynaldo Fernandes, o balanço desta edição foi positivo, mesmo depois dos problemas que aconteceram em outubro, com o adiamento das provas. "Tudo ocorreu com tranquilidade. Esse ano, até os problemas normais foram menores do que no ano anterior. Apesar dos incômodos de outubro, a realização da prova com 2,6 milhões de alunos mostra a força e a importância desse exame", avaliou.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: