dcsimg

MEC diz que 'maioria' dos alunos que perdeu vaga no SiSU deve ser chamada


A secretária de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Maria Paula Dallari, disse nesta quarta-feira (17) que a maioria dos estudantes que perderam a vaga em universidades federais por conta de um ajuste no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) deve ser chamada. Segundo ela, o número de casos não passa de 30. "O MEC está fazendo um acompanhamento de perto, analisando caso a caso. A maioria, como há vagas sobrando, provavelmente deve ser chamada", disse Maria Paula.

De acordo com a secretária, ainda deve sobrar um residual "bastante reduzido" (que, segundo ela, serão também resolvidos "caso a caso"). Esse total, segundo Maria Paula, não deve ultrapassar dez alunos. "As instituições estão examinando com muito cuidado e vão chamar. Vamos ter o balanço conclusivo disso ao longo desta semana. Acredito que ninguém venha a ser prejudicado", afirmou.

De acordo com Maria Paula, os alunos devem entrar nas cerca de 7 mil vagas – das 47,9 mil oferecidas – que restaram após todas as etapas do SiSU. Essas vagas, de acordo com o MEC, são, em sua maioria, de ações afirmativas ou de preenchimento no segundo semestre. Cada instituição terá autonomia para decidir como irá encaixar os alunos que sobraram.

Os estudantes fazem parte de um grupo da lista de espera que recebeu um falso resultado de aprovado do MEC. Decisões judiciais, de acordo com o ministério, fizeram com que pessoas que estavam com os documentos irregulares e tinham sido aprovadas em etapas anteriores à lista fossem matriculadas, reduzindo o total de vagas disponíveis para a espera. Por um erro técnico do ministério, durante cerca de 20 minutos alunos que não tinham sido selecionados apareceram como aprovados.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: