dcsimg

MEC define regras para bolsas que sobraram


O Prouni (Programa Universidade Para Todos) divulgou as regras para concorrer às vagas remanescentes do primeiro semestre de 2010.

Podem concorrer ao benefício estudantes que já estejam matriculados em faculdades e que atendam aos pré-requisitos para as bolsas do programa. Cada faculdade divulgará a forma de seleção para as bolsas; as instituições têm até 16 de abril para emitir os termos de concessão do benefício.

Para participar, é necessário ter prestado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009, e ter obtido nota mínima de 400 pontos na média das cinco notas -ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação- além de não ter zerado na redação.

Além disso, é preciso ter renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.530,00) por pessoa da família para concorrer às bolsas de 50%; e renda máxima de um salário mínimo e meio (R$ 765,00) por pessoa da família para concorrer às bolsas integrais. Deve-se também atender a uma das condições:

  • ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em escola privada com bolsa integral da instituição;
  • ter cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em escola privada com bolsa integral da instituição;
  • ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício, integrando o quadro permanente da instituição, e estar concorrendo a vaga em curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.
Prouni internacional

Ontem, terça-feira, o presidente Luís Inácio Lula da Silva recebeu os dez estudantes contemplados por bolsas para estudar na Universidade de Salamanca, na Espanha, a primeira instituição a participar do Prouni internacional. A universidade oferecerá 40 vagas, ao longo de quatro anos, para os alunos brasileiros carentes que tiverem as melhores notas nas provas do Enem. No final de abril, os 10 primeiros estudantes brasileiros beneficiados pelo programa embarcam para a Espanha. Ainda no Brasil, eles já iniciaram com professora da Universidade de Salamanca um curso para aprender a língua espanhola.

A partir do primeiro semestre de 2011, o Prouni deve oferecer vagas em instituições estrangeiras para alunos brasileiros carentes e com alto desempenho escolar. A Portaria nº 381 cria o módulo internacional do ProUni e foi publicada no Diário Oficial da União de 30 de março. Os selecionados para os cursos de graduação terão benefícios como isenção de taxas, passagens aéreas ida e volta para o Brasil, seguro saúde e bolsas para as despesas com mensalidade e alimentação.

O MEC e a instituição estrangeira vão definir os mecanismos de concessão de bolsas de estudo, os critérios específicos a serem preenchidos e demais benefícios até a conclusão do curso de graduação. As negociações com as universidades estrangeiras interessadas serão individualizadas. Em contrapartida, as universidades brasileiras também poderão receber estudantes estrangeiros.

O que é o Prouni

O Prouni foi criado em 2004, pela Lei nº 11.096/2005. Segundo o MEC, ele tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes do ensino superior em instituições privadas. As instituições que aderem ao programa recebem isenção de tributos.

Outras informações podem ser obtidas no site do Prouni.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: