dcsimg

MEC pode desativar 7 graduações de medicina


Sete graduações de medicina poderão ser desativadas pelo MEC (Ministério da Educação), segundo portarias publicadas no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (7). Os processos administrativos são resultado de uma supervisão aos cursos que tiveram nota inferior a 3 no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) de 2006.

O curso de medicina da Unig (Universidade Iguaçu) oferecido no campus de Nova Iguaçu (RJ), conforme a portaria 315, deverá ser suspenso, pois não cumpriu medidas estabelecidas pelo ministério, "especialmente em relação a aspectos essenciais para o efetivo saneamento e a reestruturação do curso".

Também iniciam processo administrativo de desativação de curso as graduações de medicina do Centro Universitário Volta Redonda (RJ), da Faculdade de Medicina do Planalto Central (DF), da Unig de Itaperuna (RJ), da Universidade de Marília (SP), da Universidade de Ribeirão Preto (SP) e da Universidade Severino Sombra, em Vassouras (RJ). Estas, no entanto, poderão ter modulação na penalidade, com diminuição de vagas oferecidas.

Os centros universitários, faculdades e universidades citados terão 15 dias para apresentar defesa. Após esse período, o MEC avaliará as respostas e decidirá se os cursos serão ou não cancelados. Caso sejam, é possível apresentar recurso ao CNE (Conselho Nacional de Educação). O ministério divulgará na tarde de hoje mais informações sobre a ação.

A supervisão, iniciada em 2008, foi feita por uma comissão de especialistas coordenada pelo médico Adib Jatene. Ao todo, 20 instituições deveriam ser avaliadas.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: