dcsimg

Universidades estaduais de SP avaliam unificação dos vestibulares


Os reitores da USP, Unesp e Unicamp afirmaram nesta quarta-feira que formaram comissão para avaliar a unificação dos seus vestibulares. A decisão foi tomada depois de um projeto de lei com esse teor ter entrado na ordem do dia da Assembleia Legislativa, ou seja, está pronto para votação.

O autor do projeto, deputado Edson Giriboni (PV), afirma que a unificação beneficiaria os vestibulandos, que não precisariam pagar taxas de inscrição para cada exame (que custam por volta de R$ 100,00 cada).

Emenda do deputado Bruno Covas (PSDB) prevê que o aluno possa, com a inscrição, disputar vaga em diversos cursos.

Para o projeto ser efetivamente votado, é preciso um acordo político entre os líderes partidários. Giriboni se reuniu nesta quarta com os reitores. A criação da comissão foi anunciada após o encontro. Até a conclusão da comissão, o projeto não deve ser votado na Assembleia. "Fomos pegos de surpresa. Estamos abertos à discussão, mas antes é preciso uma análise interna nas universidades", disse o pró-reitor de graduação da Unicamp, Marcelo Knobel, no começo desta semana, ao comentar o avanço do projeto no Legislativo.

As universidades afirmam que não haverá mudança nos exames deste ano.

Em conversa reservada, um técnico ligado à seleção da Unicamp diz que haveria dificuldades logísticas, inclusive de segurança, para a implementação da proposta, devido ao tamanho que o exame tomaria - só para a USP costuma haver mais de 100 mil inscritos. "Já vimos no vazamento do Enem o que uma iniciativa dessa pode ocasionar", afirma.

Um membro da reitoria da Unesp também vê problemas na proposta, pois as instituições preferem ter o poder de definir o perfil dos seus calouros.

No ano passado, uma comissão para analisar o mesmo tema foi formada no Conselho Estadual da Educação, com integrantes das universidades, governo e conselho. Ainda não houve resultado prático.

"Pessoalmente, não vejo por que não se unificar, ao menos a primeira fase. No final do ano, o aluno tem vestibular todo fim de semana. É uma falta de respeito", diz o presidente do conselho, Arthur Fonseca Filho.

O calendário para este ano de vestibulares de oito dos principais vestibulares de São Paulo já está definido. A primeira fase da USP, por exemplo, será no dia 28 de novembro.


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: